Programação – Poética 2016

Poética2016_Capa

Em sua oitava edição, o projeto acontecerá do dia 04 ao dia 10 de julho. Confira a programação completa e participe!

O projeto Poética pretende aproximar da poesia e da palavra o público interno e externo à Escola Sesc de Ensino Médio através de uma diversidade de linguagens artísticas que vão das intervenções poéticas aos recitais. É uma programação elaborada pela Gerência de Cultura da Escola Sesc de Ensino Médio com o objetivo de desenvolver a política de incentivo à leitura e formação de leitores.

 

 

04/07/2016 – 19h30
Indicação etária: 14 anos
Exibição do filme “Ex isto – Paulo Leminsk”
Sinopse: Um filme inspirado na obra Catatau, de Paulo Leminski. O poeta imaginou uma hipótese histórica: “E se René Descartes tivesse vindo ao Brasil com Maurício de Nassau?”. Interpretado por João Miguel, o personagem envereda pelos trópicos, selvagem e contemporâneo, sob o efeito de ervas alucinógenas, investigando questões da geometria e da ótica diante de um mundo absolutamente estranho.

 

Dia 05/07 – 19h30
Grupo: Teatro Inominável – Duração: 60 minutos – Indicação etária: 16 anos
Espetáculo “O narrador”

O NARRADOR_ Foto de Thaís Grechi 3.jpg
Sinopse: Lembranças, poemas, cartas e troca de e-mails compõem “O narrador”, um encontro entre Diogo Liberano e o público através do gesto de contar histórias. A partir do texto homônimo de Walter Benjamin (1892-1940), Liberano compartilha vivências próprias ligadas à morte de parentes e amigos buscando lançar um olhar renovador sobre a experiência da vida. Performance indicada pela dramaturgia aos Prêmios Shell e Cesgranrio no Rio de Janeiro.
06/07 – 16h – Roda de Leitura: Três na roda

 

06/07 – 19h – Clube de Leitores: Como fazer seus próprios livros – com Daniel Santos
Workshop sobre produção de livros, feitos artesanalmente, visando a publicação dos textos pelo próprio autor.
Palestrante: Daniel Rosa dos Santos: Psicólogo (especialização em Planejamento, Gestão e Marketing), contador de histórias, escritor e produtor cultural. Em 2010 teve projeto de incentivo à leitura premiado pelo Ministério da Cultura através da Bolsa FUNARTE de Circulação Literária onde contou histórias e ministrou oficinas de escrita e contação de histórias para alunos e professores da rede pública de ensino nos estados de SC, MS e RS.

clube de leitores - como fazer seu próprio livro (2)

 

06/07 – 19h30 – Exibição do filme “Só dez por cento é mentira – A desbiografia oficial de Manoel de Barros”
Duração 82 min + 30 min debate
Sinopse: Só Dez Por Cento é Mentira é um original mergulho cinematográfico na biografia inventada e nos versos fantásticos do poeta Manoel de Barros.
Alternando sequências de entrevistas inéditas do escritor, versos de sua obra e depoimentos de “leitores contagiados” por sua literatura, o filme constrói um painel revelador da linguagem do poeta, considerado o mais inovador em língua portuguesa.

 

07/07 – Show: As Bahias e a Cozinha Mineira
O grupo fará mais de uma apresentação no Rio de Janeiro e você não pode perder este show que acontecerá na zona oeste, gratuitamente.
O trabalho da banda propõe questionamentos de padrões, normas estéticas e códigos de gênero, além de discussões acerca de machismo, misoginia e qualquer tipo de intolerância, seja de cunho religioso, étnico, social ou sexual, mas, sobretudo, debate acerca da posição, na sociedade, de mulheres, negrxs, pobres, indígenas e transexuais. O grupo utiliza a música como poderosa ferramenta de transformação social.
Foto: José de Holanda

as bahias eacozinhamineira_fotojosedeholanda (1).jpg
08/07/2016 – 19h30 – A mulher e a escrita: conversa com as autoras Marta Barcellos e Sheyla Smanioto.
Mediação de Henrique Rodrigues.
Marta Barcelos

Marta Barcellos – Jornalista e escritora, Marta Barcellos foi a vencedora do Prêmio Sesc de Literatura 2015, na categoria contos, com o livro “Antes que seque”, publicado pela editora Record. Formada em jornalismo pela UFRJ e mestre em Literatura, Cultura e Contemporaneidade, pela PUC-Rio, Marta trabalhou como repórter e em cargos de chefia em jornais como O Globo, Valor Econômico e Gazeta Mercantil. Atualmente, é colaboradora do caderno EU&Fim de Semana, do jornal Valor, e colunista na Revista Capital Aberto e no site Digestivo Cultural.

Sheyla Smanioto

Sheyla Smanioto – Tem 26 anos e é da periferia de São Paulo. Seu primeiro romance, “Desesterro”, ganhou o Prêmio Sesc de Literatura 2015. O projeto do segundo foi selecionado pelo Rumos Itaú Cultural 2016. Escreveu o livro de contos Selfie service (inédito) com apoio do Proac Criação Literária em 2015. Também é autora da peça No ponto cego, premiada pelo IV Concurso Jovens Dramaturgos, e fez parte da Núcleo de Dramaturgia do SESI/British Council em 2013. É formada em Estudos Literários e mestre em Teoria Literária pela Unicamp. Trabalha com produção audiovisual e seu curta “Osso da fala” foi premiado pelo Rumos Cinema e Vídeo 2012/14. Mantém o site http://sheylasm.com e um canal no youtube.

 

09/07/2016
Literópolis
14h – Abertura com escritor e poeta, Allan da Rosa
Autor de “Pedagoginga, Autonomia e Mocambagem”, “Da Cabula”, “Zagaia” e “Morada”, entre outros. Apresenta o programa À Beira da Palavra, na Rádio Usp FM. É angoleiro, historiador e pedagogo e integra o movimento de literatura periférica paulistana. É fundador da “Edições Toró” e Doutorando na Faculdade de Educação da Universidade São Paulo.

Entre 15h e 16h horas acontecerão as seguintes oficinas:
Poeme-se: seleção e leituras de poemas marginais e periféricos (local: Canto Poético do Espaço Cultural Escola Sesc)
Haiar Poético: produção de haicais (local: praça da Glória)
Leitura Dramatizada: leituras dramatizadas de poemas marginais e periféricos (local: jardim próximo ao Espaço Cultural Escola Sesc)
Ateliê poético: produção de poemas (local: foyer do Espaço Cultural Escola Sesc)
Documentário poético: produção de documentário sobre poesia marginal e periférica (local: foyer do Espaço Cultural Escola Sesc)
Após as oficinas, haverá uma mostra dos materiais produzidos.
15h – Clubes de leitores – Vários grupos mediados por professores, bibliotecários e alunos da Escola Sesc de Ensino Médio debaterão sobre poesia marginal.
15h – Oficina Meu Primeiro Livro, com Daniel Santos
Workshop sobre produção de livros, feitos artesanalmente, visando a publicação dos textos pelo próprio autor.
Daniel Rosa dos Santos: Psicólogo (especialização em Planejamento, Gestão e Marketing), contador de histórias, escritor e produtor cultural.

16h30 – Mostra de intervenções, vídeos e textos produzidos durante os clubes de leitores
Várias linguagens servirão de base para que os participantes dos clubes expressem suas visões sobre o que foi abordado. Pequenos vídeos serão produzidos por câmeras e celulares, textos e performances poéticas.

18h30 – Jardins Portáteis
Indicação etária: Livre

JP_01
Sinopse: Jardins Portáteis é um espetáculo peculiar, que mistura arte e jardinagem, e prevê a construção de um espaço de convívio, de um penetrável jardim. Escrito e dirigido por Cristina Flores que está em cena junto a Eduardo Sande e João Marcelo Iglesias, poliartistas, e jardineiros, todos especializados em fazer jardins para fora.

 

19h30 – Concerto Sesc Partituras
Capacidade: 150 lugares – A distribuição das senhas será feita uma hora antes do concerto.

Sesc Partituras (1)

Rodrigo Couras é técnico em execução musical pela Escola de Música Villa-Lobos, bacharel em piano pela Escola de Música da UFRJ, com especialização em piano pela Ecole Normale de Musique de Paris. Foi pianista da orquestra de estudantes da EMVL. Participou do Intercâmbio Cultural França-Brasil no ano de 2000. Entre 2006 e 2014 viveu na França, onde estudou com Henri Barda, trabalhou como pianista acompanhador, músico de câmara, professor de piano e de solfejo. Desde agosto de 2015 é professor de piano do Projeto Uzina – Sesc.
Em 2012 conheceu o compositor Antonio Santana, com quem trabalhou na revisão, edição e publicação de suas obras. Em 2014 realizou concertos na Alemanha e na França dedicado inteiramente ao compositor Antonio Santana.

Antonio Santana, pianista e compositor mineiro, apaixonado pela França e sua cultura, se instala em Versalhes no ano de 1985. Na França, estudou no Conservatoire Européen, na turma de Anna Stella Schic, afilhada de Villa-Lobos, com a qual ele estudou a obra pianística deste grande compositor.  Antonio segue os traços de Magda Tagliaferro, na busca da qualidade sonora fundada no relaxamento muscular e na projeção do som a partir do peso do braço e do corpo. Ele tem em seu ativo inúmeros alunos, tendo sob seus dedos os 24 estudos de Chopin e que integraram com sucesso os Conservatórios do Estado, a Ecole Normale Alfred Cortot e o Conservatoire Rachmaninov no ciclo de aperfeiçoamento.

 

10/07/2016
8h30 – Clube da Cozinha afetiva: ida às compras na feira
10h – Clube da Consciência: meditação poética
11h às 14h – Clube da Cozinha afetiva: Taberna do Jukio
14h30 -Clube Manual: Oficina de cartazes Lambe-lambe
15h – Clube de leitura: Oficina meu primeiro livro
15h30 – Clube de leitura: Poema Sujo – Julio Adrião
16h30 às 17h – Cineclube: Leonilson – A paixão de JL
Indicação etária: 14 anos – 82 minutos
Em janeiro de 1990, o artista plástico José Leonilson começou a gravar um diário em fitas cassete. Ele imaginava, desde o princípio, deixar um registro público de suas memórias do cotidiano, em sintonia com seu trabalho na pintura. O que ele não imaginou foi a transformação desse cotidiano depois que descobriu ser portador do HIV.
18h – Clube da Jardinagem: Jardins Portáteis
20h – Fanfarra Damas de Ferro + Microfone aberto 29 poetas

DamasdeFerro_foto2 (1).jpg
A fanfarra Damas de Ferro nasceu em 2013 a partir de uma ideia de suas fundadoras, Carol Schavarosk e Sabrina Bairros e o desejo de estar constantemente divulgando a arte de rua, o carnaval e a música através de sopro e percussão. O grupo tem como carro chefe a formação exclusivamente feminina, contando com 14 mulheres, tocando músicas da atualidade e realizando performances variadas, tanto nos palcos quanto em vias públicas.
O microfone aberto é um sarau contemporâneo que envolve a plateia com música, interação e poesias faladas. A atividade ainda permite que novos talentos sejam descobertos.

Anúncios