UZINA

  LABORATÓRIOS DE ARTE E CULTURA 2º SEMESTRE/2012

A UZINA objetiva criar oportunidades de ampliação de repertórios de conhecimentos técnicos em arte e cultura para artistas iniciados e iniciantes.

O aluno pode se inscrever em vários laboratórios a partir do seu interesse individual ou coletivo.

A estrutura pedagógica privilegia o intercâmbio interdisciplinar e promove atividades integradas.

Os módulos são trimestrais e as turmas são agrupadas por níveis de experiência e de faixa etária.

Período de inscrições: 16/07/2012 a 05/08/2012

Período de confirmação de matrículas e seleção: 10/08/2012 a 25/08/2012

Período de realização dos cursos: 20/08/2012 a 25/11/2012

 

Normas da Uzina

Estas normas visam orientar e estabelecer as responsabilidades e os direitos de todos que participam dos laboratórios oferecidos pela UZINA.

Os princípios que regem as normas são baseados na seriedade deste compromisso e na disciplina necessária para que as metas dos laboratórios sejam atingidas. Assim posto, fica estabelecido que esta é uma atividade que exige dedicação, assiduidade e disponibilidade.

O não cumprimento das normas aqui descritas resultará no afastamento do participante bem como a não aceitação de inscrições em projetos desenvolvidos pela Assessoria de Cultura da Escola SESC de Ensino Médio.

1 – Sobre os laboratórios, a Assessoria de Cultura e os professores.

  • Os laboratórios são cursos gratuitos em linguagens artísticas e manifestações culturais que visam o desenvolvimento cultural local tanto na esfera individual – subjetividade – quanto coletivo – na comunidade em que cada participante se insere.
  • A Assessoria de Cultura da Escola SESC de Ensino Médio é a responsável pela realização, produção, organização e administração das atividades de todos os laboratórios.
  • Os professores ministrantes dos laboratórios são profissionais altamente qualificados, experientes e renomados em suas áreas de atuação. Seus objetivos são contribuir e direcionar a formação dos alunos propondo, pedagogicamente, atividades intra e extraclasse.
  • Poderão ser convocadas pela Assessoria de Cultura / Uzina reuniões periódicas com a presença de alunos e de professores, sendo a convocação por meios eletrônicos ou presenciais.
  • Todo e qualquer material escrito, intelectual e/ou obras artísticas resultantes dos laboratórios ou produzido neles será cedido para Uzina que em parceria com a Incubadora Cultural poderá desenvolver produtos culturais para distribuição gratuita à comunidade e a instituições.
  • Todos os laboratórios têm como objetivo o desenvolvimento de resultados integrados entre si, que serão apresentados à comunidade sempre que possível, e que houver o interesse da Assessoria de Cultura.
  • Será permitida a entrada de pais e irmãos como acompanhantes aos estudantes menores de idade, mas não será disponibilizada a venda de tickets aos acompanhantes.

2 – Sobre seleção, cadastramento, matrícula e lista de espera.

  • As matrículas serão realizadas através de preenchimento e/ou entrega da ficha de inscrição na secretaria da UZINA, situada no térreo do Espaço Cultural Escola SESC, dentro do período estipulado.
  • As fichas de inscrição estão disponíveis para download e preenchimento prévio aqui no blog da Assessoria de Cultura – espacocultural.escolasesc.com.br
  • Serão aceitas inscrições em até quatro (04) laboratórios por pessoa.
  • Os interessados em cursar de dois (02) a quatro (04) laboratórios terão prioridade na inscrição.
  • Terão prioridade na inscrição os Sócios do Clube de Espectadores. A inscrição preferencial será realizada na primeira semana do prazo estabelecido.
  • Terá prioridade na inscrição o (a) aluno (a) que cursou com bom aproveitamento os cursos do semestre anterior, visando o aprofundamento nas linguagens, objetivo principal deste projeto.
  • A seleção dos participantes se dará através da ordem de inscrição até atingir o número de vagas ofertadas por cada laboratório.  Caso o laboratório solicite carta de intenção e/ou currículo, a seleção se dará através da análise dos documentos encaminhados pelo solicitante por equipe formada por representantes da Assessoria de Cultura, sendo sua análise incontestável.
  • Poderão ser realizadas seleções práticas onde serão avaliadas a disponibilidade e aptidão do candidato ao curso.
  • Não será feita reserva de vagas. A requisição da ficha de inscrição não implica na reserva da vaga.
  • A inscrição em qualquer laboratório implicará no cadastramento, quando for o caso, no Clube de Espectadores do Espaço Cultural Escola SESC.
  • No caso de preenchimento total das vagas ofertadas para um determinado laboratório, será formada uma lista de espera que obedecerá à ordem de procura e à análise das questões presentes nas fichas de inscrição.
  • A necessidade e pertinência da abertura de novas vagas ou formação de turmas serão julgadas pela equipe da Assessoria de Cultura.

3 – Sobre horários, frequência e conduta dentro das instalações da Escola.

  • Ausências e atrasos deverão ser comunicados com antecedência diretamente à Assessoria de Cultura.
  • São toleradas somente 25% de faltas por laboratório e estas devem ser comunicadas, por escrito, à Assessoria de Cultura.
  • Um representante da equipe da Assessoria de Cultura possuirá uma lista de chamada, na secretaria da UZINA, situada no térreo do Espaço Cultural Escola SESC. É DE RESPONSABILIDADE DO (A) ALUNO (A) INFORMAR SUA PRESENÇA, NO MÍNIMO, 10 MINUTOS ANTES DO COMEÇO DAS AULAS.
  • Após 15 minutos do início de uma aula, o aluno não poderá mais entrar em sala e será considerado ausente. O professor tem liberdade de proibir a entrada de alunos após o início das aulas, mesmo dentro do período de tolerância.
  • As faltas só serão abonadas mediante apresentação de atestado médico, falecimento na família, apresentação de declaração de cumprimento de obrigações previstas em lei ou em casos específicos que serão julgados por equipe pertinente da Assessoria de Cultura.
  • Será observado o uso abusivo de atestados e declarações no cômputo final de cada laboratório, realizado após a última aula do mesmo.
  • É OBRIGATÓRIO O USO DO UNIFORME FORNECIDO PELA UZINA E/OU DA PULSEIRA DE IDENTIFICAÇÃO DE VISITANTE QUE SERÁ ENTREGUE NA PORTARIA DA ESCOLA DURANTE TODA A PERMANÊNCIA NO CAMPUS;
  • Não é permitido fumar em nenhum local do campus, inclusive no teatro e nos camarins;
  • Não é permitido o consumo de bebidas alcoólicas no campus;
  • Não é permitido circular de bermuda e/ou chinelo no campus;
  • SERÃO DISPONIBILIZADOS, PARA AQUISIÇÃO, ANTES DO INÍCIO DAS AULAS NOS LABORATÓRIOS, TICKETS PARA ALMOÇO OU JANTAR AOS ALUNOS DO PROJETO AO CUSTO DE R$ 2,20. NÃO SERÃO VENDIDOS TICKETS PARA PESSOAS QUE NÃO ESTEJAM INSCRITOS NOS LABORATÓRIOS, MESMO SENDO PARENTES OU RESPONSÁVEIS DOS MESMOS.
  • A DISPONIBILIZAÇÃO DOS TICKETS PARA COMPRA É UMA CORTESIA E NÃO É OBRIGAÇÃO DO PROJETO, SENDO SUAS OFERTAS LIMITADAS À QUANTIDADE DETERMINADA PELA ADMINISTRAÇÃO DO ESPAÇO.
  •  O restaurante possui horários determinados para almoço e jantar. Para acessar o mesmo deverá ser adquirido ticket junto ao representante da Assessoria de Cultura, conforme o item acima:

> ALMOÇO: 2ª a 6ª feira, das 11h15min às 12h10 ou 13h45 às 14h.

                    Sábado e Domingo, das 12h às 14h.

> JANTAR: 18h às 20h.

  • Para trânsito de participantes dos laboratórios na Escola SESC de Ensino Médio devem ser observadas sempre as orientações gráficas e do representante da equipe da Assessoria de Cultura.
  • Não é permitida a entrada de convidados dos alunos. Casos específicos deverão ser informados previamente à coordenação do projeto.

4 – Sobre permanência.

  • A conclusão do curso com aproveitamento garante ao participante o recebimento de certificação de participação no laboratório e permite a inscrição no módulo subseqüente da linguagem referente, em semestres posteriores.
  • EM CASO DE ABANDONO DO CURSO OU EXCESSO DE FALTAS NO PERÍODO, O PARTICIPANTE FICARÁ IMPEDIDO DE PARTICIPAR DA UZINA DURANTE 01 (UM) SEMESTRE.
  • Quaisquer outras questões referentes ao funcionamento e normas dos laboratórios serão ponderadas, julgadas e respondidas pela Assessoria de Cultura e seus representantes.

 

AS INSCRIÇÕES SERÃO REALIZADAS PRESENCIALMENTE NA SECRETÁRIA DA UZINA – TÉRREO DO ESPAÇO CULTURAL ESCOLA SESC, NO PERIODO 16/07 a 05/08 NO HORÁRIO: 14H00 ÀS 18H00. 

OS INTERESSADOS PODEM BAIXAR, PREENCHER E IMPRIMIR AS FICHAS DE INSCRIÇÃO E APENAS ENTREGÁ-LAS NO LOCAL ACIMA DETERMINADO, ASSINADAS E JUNTAMENTE COM CÓPIA DO DOCUMENTO DE IDENTIDADE.

NÃO SERÃO CONSIDERADAS FICHAS ENVIADAS POR EMAIL.

 

 

LABORATÓRIOS

ARTES CÊNICAS

 

 

1.1)         TEATRO MUSICAL

O laboratório pretende colocar o aluno em situações em que o canto, a interpretação e a movimentação se juntam, para ludicamente contar uma história no teatro musical. A metodologia é focada no treinamento/ preparação do ator e dá ênfase na construção de uma unidade físico-vocal, tanto nas cenas cantadas como nas cenas faladas, evitando assim a “quebra” da qualidade física vocal do ator no momento em que ele passa da cena falada para a cena cantada.

 

Ministrante: Reiner Tenente, Ana Bello e Patrícia Maia

Reiner Tenente é ator cantor e sapateador formado em Artes Cênicas pela UNIRIO (bacharelado e licenciatura) e pós-graduando em “Preparação corporal nas artes cênicas” na Angel Vianna.

Anna Bello é atriz, cantora e flautista também, formada em artes cênicas pela UNIRIO (licenciatura) e ambos ministram o curso de teatro musical na UNIVERCIDADE.

Patricia Maia é cantora profissional há 17 anos, professora de canto, fonoaudióloga e preparadora vocal. Estudou canto  e realizou cursos com renomados professores como Angela Herz, e se formou em música pela Escola de Música Villa Lobos.

 

Dias e horários: segundas e quartas, das 15h às 17h

Local: palco ou sala de dança

Carga horária: 60 horas

Vagas: 20

Público alvo: iniciado 

Seleção: currículo / carta de intenção e teste prático

Faixa etária: a partir de 16 anos.

 

1.2)         TEATRO PARA INICIANTES

 

A referência fundamental para o nosso trabalho será o autor/pedagogo teatral carioca, AUGUSTO BOAL e sua obra “Teatro do oprimido”. Fundamental na historia do teatro universal, sua obra busca tornar o espectador participativo da ação teatral, seguindo o espírito de Bertolt Bretch- que opinava que o teatro pode realmente transformar a sociedade, começando pelo indivíduo. O objetivo é criar histórias com o corpo, a voz e a imaginação. Propõem-se situações entre os alunos, que representem temas e conflitos relevantes para eles, e que serão improvisadas pelos mesmos.

             

 

 

 

Ministrante: Darío Galo

 

É ator e diretor com 15 anos de experiência, tem bacharelado em Interpretação (Instituto do Teatro, Centro Andaluz del Teatro. Sevilha, ESPANHA, e formação em Direção Teatral em ESCÉNICA (Centro de Estudos Cênicos de Andalucía) em Sevilla e Granada.

 

Dias e horários: quintas, das 15h às 17h

Local: sala de dança

Carga horária: 28 horas

Vagas: 17

Público alvo: iniciante 

Seleção: carta de intenção e teste prático

Faixa etária: a partir de 15

 

 

 

1.3)         FIGURINO

Proporcionar ao aluno interessado na área uma introdução ao tema, abordando aspectos fundamentais para a criação de figurinos para teatro, desde estudo de texto, passando por processos criativos, até a produção de uma peça de figurino.

Ministrantes: Camila Reis e Maria Ignez

Camila Reis é graduada em Moda pela Universidade Candido Mendes, Bacharel em Artes – Figurino pela Faculdade Senai/Cetiqt, foi assistente de estilo participando de edições do Fashion Rio, assistente de figurino e figurinista em peças teatrais e produções áudio visuais. Atualmente concentra seus estudos na área de historia da arte.

Maria Ignez é graduada em Moda pela Universidade Veiga de Almeida, Figurino pelo Senai/Cetiqt e formada em maquiagem profissional pelo Senac. Sua experiência profissional envolve teatro, musicais, circo, filmes, videoclipes, catálogos de moda, desfiles e casamentos. Recentemente fez cursos de maquiagem na London Academy of Media, Film & TV e trabalhou no Cirque du Soleil, como assistente de figurino.

 

 

Dias e horários: terças e quintas, das 11h às 13h

Local: Brechó Cabide

Carga horária: 54 horas

Vagas: 15

Público alvo: iniciante

Seleção: carta de intenção

Faixa etária: a partir de 16 anos

 

1.4)         CARACTERIZAÇÃO II

 

Aprofundamento das técnicas e sua utilização na criação e conceitualização estética da criação da maquiagem. Curso prático.

 

Ministrante: Rodrigo Reinoso

 

É ator, visagista e um dos integrantes do grupo Teatro de Maquinaria e Grupo TARJa. Estudou na escola de teatro de Martins Pena e é Graduado no Curso de Artes Cênicas – Bacharel em Interpretação na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Trabalha como assistente de Mona Magalhães na área de caracterização.

 

Dias e horários: quartas, das 10h às 13h

Local: camarim (3º andar)

Carga horária: 45 horas

Vagas: 16

Público alvo: iniciado

Seleção: carta de intenção

Faixa etária: a partir de 15 anos

 

 

 

1.5)         LABORATÓRIO DA SABEDORIA

Trabalhar a criatividade, expressividade e bem estar do idoso, considerando o envelhecimento como um fator que gera grandes transformações. No curso, as atividades artísticas, sejam elas literárias, cênicas, ou musicais, mostram-se como ferramentas eficazes na manutenção da auto-estima do idoso resgatando experiências e multiplicando sabedorias, facilitando a integração e fortalecimento das amizades, com superação de limites físicos, diminuindo assim as angustias e incertezas que cercam este grupo durante a vida cotidiana.

Ministrante: Rafael Delphino Tupinambá

Bacharel em Artes Cênicas pela Universidade de Brasília começou seus estudos nas artes cênicas aos sete anos na cidade de São Paulo. Tem em sua formação cursos com importantes profissionais do meio artístico, como: Regina Miranda, Marcos Frota, Paulo Moraes, Patrícia Selonk, Samir Yasbeck, Sérgio Penna, Pedro Vasconcelos e Jô Bilac. Pesquisador autodidata em dramaturgia e televisão desde a infância, hoje é editor do site “Tele Dossiê”. É membro do Instituto Gaia, OSCIP que desenvolve projetos sócio-culturais.

Dias e horários: sábados, das 9h30 às 11h30

Local: Sala de Dança

Carga horária: 28 horas

Vagas: 15

Público alvo: iniciante e iniciado

Seleção: carta de intenção

Faixa etária: a partir de 55 anos

 

 

 

 

 

ARTES VISUAIS

 

1.6)         LABORATÓRIO DE MODA SUSTENTÁVEL

Tem como objetivo o aprofundamento da noção de sustentabilidade ligado ao campo da moda, através da customização de peças da coleção do Brechó Cabide, busca aguçar a criatividade dos alunos, trabalho em grupo, transformar peças de roupas, organizar a loja, produzir desfiles e eventos de lançamento de coleções.

Ministrante: Chloe Lerina

É design de moda formada pela SenaI / Cetiqt, foi estagiária e assistente de estilo da marca Sandpiper, assitente de estilo e estilista da linha de acessórios e tricot da marca Shop126. Atualmente é idealizadora e empresária da marca QueIssoQuerida!.

Dias e horários: quarta-feira das 17h30 às 19h30 e sábado das 14h30 às 18h00.

Local: Brechó Cabide

Carga horária: 69 horas

Vagas: 15

Público alvo: iniciante e iniciado

Seleção: carta de intenção

Faixa etária: a partir de 14 anos

1.7)         GRAFITTI

 

Através do aprendizado de técnicas de desenho e grafitti, objetiva-se direcionar a criatividade e a vontade de se expressar dos jovens para a linguagem artística, despertando o gosto pela arte e conscientizando, também, sobre a importância da conservação de monumentos e espaços públicos da nossa cidade.

 

Ministrante: Airá O’Crespo

 

É MC e grafiteiro atuante em diferentes áreas, como Produção Cultural, Publicidade e Moda. Experiente no campo Audiovisual em clipes e filmes, além de reportagens e performances para canais nacionais e internacionais, especializando-se em Muralismo é atualmente o grafiteiro com pinturas em maiores dimensões na cidade. Experiente com Arte-Educação deu aula em instituições como o AfroReggael e participou da concepção de projetos para organizações como SESC, Red Bull, Instituto Invepar e Secretaria de Educação do Estado.

 

Dias e horários: sábados, das 14h às 18h

Local: 3º andar e área externa

Carga horária: 56 horas

Vagas: 10

Público alvo: iniciado 

Seleção: carta de intenção e currículo

Faixa etária: a partir de 15 anos

 

 

MÚSICA

 

 

1.8)         CANTO

 

Estudo e desenvolvimento dos recursos da voz cantada, especialmente voltado para a realização de repertório de música popular. Desenvoltura corporal, técnica vocal, conhecimentos de teoria e percepção musical, preparação de repertório. Encontros subdivididos em três momentos: estruturação musical, técnica vocal e prática musical.

 

Ministrante: Sérgio Sansão

Professor de Música da Escola SESC de Ensino Médio tem atuado também como cantor, regente, arranjador, diretor e produtor musical de diversos grupos, montagens, eventos, festivais e projetos artísticos.

Dias e horários: terças, das 14h às 15h30

Local: Sala de música

Carga horária: 23 horas

Vagas: 15

Público alvo: iniciante e iniciado

Seleção: carta de intenção e currículo

Faixa etária: a partir de 15 anos

 

 

1.9)         MUSIK FABRIK

 

Musikfabrik é um curso de iniciação à Linguagem musical e musicalização cujo método consiste na transmissão de técnicas de fabricação de instrumentos musicais de variados tipos, com materiais alternativos (inclusive reutilizáveis ou recicláveis), que envolva produção de um acervo e na eventual formação de um grupo de monitores músicos, formado por uma seleta de alunos revelados durante o processo do curso.

Ministrante: Spirito Santo

Spirito Santo é músico, pesquisador de etnomusicologia, artesão e arte educador. Desde 1995 é artista visitante da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, onde criou o projeto Musikfabrik.  Também escritor tem trabalhos teóricos sobre música na educação e publicou a pouco o ensaio etnomusical “Do Samba ao Funk do Jorjão”.

 

Dias e horários: segundas, das 10h às 13h

Local: Laboratório de Artes Gráficas

Carga horária: 45 horas

Vagas: 15

Público alvo: iniciante

Seleção: carta de intenção e currículo

Faixa etária: a partir de 15 anos

 

1.10)       GAITA DIATÔNICA

 

Mostrar de forma clara e simples como funciona a gaita diatônica, suas notas, técnicas usadas no instrumento, técnicas de respiração e exercícios.

 

Ministrante: Jefferson Gonçalves

Começou a carreira no início da década de 1990, seguindo por um caminho comum a muitos gaitistas – o blues. Fundou a banda Baseado em Blues e o trio acústico Blues Etc., gravou com artistas de diferentes gêneros e se consolidou como um dos mais completos nomes da gaita no país – inclusive representando o Brasil em encontros internacionais, como o da Sociedade para a Preservação e Avanço da Harmônica (SPAH), em 1998, em Detroit (EUA).

Dias e horários: segundas, das 14h às 17h

Local: 3º andar

Carga horária: 45 horas

Vagas: 6

Público alvo: iniciante e iniciado

Seleção: carta de intenção e currículo

Faixa etária: a partir de 15 anos

 

 

 

1.11)       BATERIA

 

Desenvolvimento dos conceitos e habilidades necessários ao processo de inclusão musical do aluno através do estudo da BATERIA, tornando-o apto a seguir com suas atividades musicais dentro e fora da escola e a usufruir de uma apreciação musical mais apurada.

 

Ministrante: Henrique Ludgero

Professor de Música da Escola SESC de Ensino Médio desde 2008, conta com mais de 20 anos de carreira como professor e músico profissional, com ampla experiência em gêneros musicais como o Rock, MPB e o Jazz. Estudou com os bateristas Guilherme Gonçalves, João Cortez e Élcio Cáfaro. Possui bacharelado em Música pela Universidade Estácio de Sá e licenciatura pela Universidade Cândido Mendes.

Dias e horários:

Segunda-feira: Turma1 – 14h45 às 15h45 Terça-feira: Turma 2 – 13h45 às 14h45

Quinta-feira: Turma 3 – 13h45 às 14h45

Local: sala de música

Carga horária: 14horas

Vagas: 04

Público alvo: segunda-feira: iniciante e terça-feira: iniciado

Seleção: carta de intenção e currículo

Faixa etária: a partir de 15 anos

 

 

1.12)       PRATICA INTRUMENTAL E TEORIA MUSICAL: VIOLÃO E GUITARRA

Através do estudo dos aspectos relativos à prática instrumental em diversos gêneros musicais, os laboratórios promoverão a compreensão da música como linguagem e expressão, desenvolvendo assim a criatividade e criticidade na produção e apreciação musical.

Ministrante: Juan Pablo

 

Violonista e Guitarrista, com Bacharelado em Guitarra (estudou com Nelson Faria) e Licenciatura em Música, ambos cursados na Universidade Estácio de Sá (RJ). Integrou diversas formações de Música Brasileira e Jazz. Possui mais de 20 anos de experiência no ensino musical. Professor de Música da Escola SESC de Ensino Médio desde 2008.

 

Dias e horários:

Segunda-feira: Turma 1 – 11h45 às 12h45 Terça-feira: Turma 2 – 11h45 às 12h45 Turma 3– 13h45 às 14h45

Local: Sala de Música / Escola SESC de Ensino Médio

Carga horária: 14

Vagas: Segunda-feira: 08 vagas por turma / terça-feira: 04 vagas por turma

Público Alvo: segunda-feira: iniciante e terça-feira: iniciado

Seleção: carta de intenção e currículo

Faixa etária: a partir de 14 anos

 

 

1.13)       SAMBA

Ensino e aperfeiçoamento dos instrumentos de cordas e percussão voltados para o samba.

 

Ministrantes: Anderson Silva e Renato Toste

 

Anderson Silva é músico e professor, 36 anos, casado. Atua no cenário musical carioca desde 1991. Trabalha como professor desde 1989, se especializando em instrumentos de corda (violão, guitarra, cavaquinho, baixo, bandolim e viola caipira).

Renato Toste é músico de várias influências, atuante do cenário musical carioca desde 2000, já se apresentou com diversas bandas e cantores. Como professor atualmente ministra aulas de bateria e percussão na Elam – Escola Livre de Aprendizado Musical, em Jacarepaguá, no CMR – Centro Musical do Recreio, além de aulas particulares, já tendo trabalhado na Escola de Música Nota Jazz,em Duque de Caxias, e na Escola de Percussão do Império Serrano, em Madureira.

 

Dias e horários: Domingos das 11h30 às 13h

Local: 3º andar

Carga horária: 21 horas

Vagas: 15 vagas

Publico Alvo: iniciado

Seleção: carta de intenção e currículo

Faixa etária: a partir de 15 anos

 

 

CIRCO

 

1.14)       ACROBACIA AÉREA

A partir de exercícios propostos nos aparelhos afins, trabalharemos a técnica de acrobacia aérea e a criatividade, contribuindo na formação de pessoas mais livres, conscientes de si próprio, reverberando nas relações com o entorno.

Ministrante: Maria Angélica Gomes e Regina Oliveira

Maria Angélica Gomes é atriz, palhaça, trapezista, brincante,  bailarina afro. Integra o grupo Teatro de Anônimo desde sua fundação. É formada pela Escola de Teatro Martins Pena e pela Escola Nacional de Circo, tendo se  especializado  em números aéreos.

Regina Oliveira é atriz, acrobata aérea e palhaça. Integra o Teatro de Anônimo desde sua fundação desde 1986. Formada pela Escola Nacional de Circo, no ano de 1994 tendo se especializado números aéreos.

Dias e horários: terças e quintas, das 17h30min às 19h30min

Local: palco ou pilotis

Carga horária: 58 horas

Vagas: 13

Público alvo: iniciante e iniciado

Seleção: carta de intenção e teste prático no início das aulas

Faixa etária: a partir de 15 anos

 

 

1.15)       MERGULHO NO CIRCO

 

É promover vivencias no universo do circo. Criar um espaço onde, além do desenvolvimento físico obtido pelos aparelhos circenses, a investigação possa contribuir para desdobramentos lúdicos, criativos e afetivos, e estabelecer uma ponte direta com o humor, nos jogos cênicos e improvisações, que busque influenciar a expressão e a comunicação dos participantes.

Ministrante: Fábio Freitas e Alê Bernnardos

Fábio Freitas é palhaço e trapezista. Integra o elenco do Teatro de Anônimo desde 2007. Teve sua formação iniciada no curso profissionalizante de ator da CAC- Casa das Artes Cênicas em 1992, e no curso técnico da Escola Nacional de Circo – RJ. Dentre os importantes nomes que também influenciaram a sua formação destaca as supervisões técnicas e oficinas de: Avner Eisenberg, Sue Morrison, Leris Colombaione e Lume teatro.

Alexandra Bernnardos é nascida numa tradicional família de circo e completou sua formação com o curso de Artes Circenses da ENC (Escola Nacional de Circo), se especializando nos aparelhos aéreos.  Como trapezista atuou nos Circos Hatari, Garcia, Molina e Circo do México. Continuou sua investigação artística nas Técnicas Aéreas com Nana Alves, com o grupo Teatro de Anônimo, e com Raquel Karro e na acrobacia de solo com a Intrépida Trupe. Atuou como acrobata em diversas minisséries e novelas e ainda integrou elencos de comissões de frente em desfiles de escola de samba do grupo especial do Rio de Janeiro.

 

Dias e horários: domingos, das 14h às 18h

Local: palco, pilotis e terceiro andar

Carga horária: 56 horas

Vagas: 30

Público alvo: iniciante e iniciado

Seleção: carta de intenção

Faixa etária: a partir de 13 anos

 

 

1.16)       LABORATÓRIO DE GASTRONOMIA POPULAR

 

Os encontros iniciam com uma oficina de doces finos e concomitantemente são realizadas pesquisas de campo, intercâmbios comunitários, vivencias e concurso buscando explorar a gastronomia enquanto trocas de afetos e saberes.

Ministrante: José Vicente

 

Dias e horários: quartas, das 17h30 às 19h30 e sábados das 15h00 às 17h00

Local: Laboratório de Gastronomia

Carga horária: 50 horas

Vagas: 05

Público alvo: iniciante e iniciado

Seleção: carta de intenção

Faixa etária: a partir de 15 anos

 

 

COMUNICAÇÃO

 

 

1.17)       LABORATÓRIO DE COMUNICAÇÃO POPULAR: JORNALISMO POPULAR

 

É uma oficina propõe desenvolver um programa de jornalismo popular impresso e digital e contribuir para a construção de uma pedagogia social. Abordando várias questões relacionadas ao jornalismo em gera, seu papel na sociedade, a responsabilidade do jornalista e da mídia, os formatos e gêneros, os critérios de informação e da notícia. Ela também mostra a relação da publicidade da mídia e política de privacidade. Através dos materiais produzidos pelos alunos sobre questões da identidade, território e cultura. Visa construir um canal popular de comunicação ligando a Escola/ comunidade.

Ministrante: Alexandre Pessanha Telles

É jornalista formado na Universidade Gama Filho (1989), Rio de Janeiro, com especialização em Marketing na Fundação Getúlio Vargas, 2003. É coordenador especial de Educação Continuada na Universidade do Estado do Rio de Janeiro desde 2008, atua como assessor de imprensa no Grupo Entrou Por Uma Porta. Faz parte da Escola LatinoAmericana de Comunicação Popular.

 

Dias e horários: sábados das 14h30 às 16h30

Local: canto poético

Carga horária: 28 horas

Vagas: 30

Público alvo: iniciante e iniciado

Seleção: carta de intenção

Faixa etária: a partir de 15 anos

 

1.18)       LABORATÓRIO DE COMUNICAÇÃO POPULAR: FOTOGRAFIA E SENSIBILIZAÇÃO

 

Curso de fotografia digital e desenvolvimento do olhar social, com a utilização de diferentes plataformas (cameras, celulares e web can). As imagens serão manipuladas por diferentes ferramentas digitais free. A partir de exercícios de construção de imagens, leituras de textos e vídeos serão estabelecidos debates sobre a importância do desenvolvimento de um posicionamento crítico diante das imagens vistas e realizadas, assim como, o despertar de uma consciência frente às ferramentas utilizadas para a criação da linguagem fotográfica. Realizaremos uma pesquisa fotografia social culminando em Exposição sobre ações comunitárias no bairro de Jacarepaguá.

Minitrante: Noélia Albuquerque

É fotojornalista e especialista em fotografia de cena para cinema. Realizou fotografia still para diversos longa metragens nacionais e vídeo documentários socioambientais. Graduada em Literatura com licenciatura plena, inicia uma pós- graduação em Literatura Infanto- juvenil pela Universidad de Cuyo, Argentina. Utiliza sua formação lecionando fotografia em mais de dez munícipios na região dos lagos do Rio de Janeiro, em comunidades Quilombolas no Maranhão e Indígenas no Ceará. Atualmente, pós-graduanda em Artes Cênicas na Universidade Estácio de Sá e aluna do curso de extensão Universidade das Quebradas, na UFRJ, ministra cursos de fotografia de cena na Cinédia Cena Criativa e atua como fotógrafa em diversas áreas sociais. Faz parte da Escola LatinoAmericana de Comunicação Popular.

Dias e horários: quintas, das 17h30 às 19h30

Local: canto poético

Carga horária: 28 horas

Vagas: 30

Público alvo: iniciante e iniciado

Seleção: carta de intenção

Faixa etária: a partir de 15 anos

 

1.19)       LABORATÓRIO DE COMUNICAÇÃO POPULAR: RADIO, TV E VÍDEO NA INTERNET

 

A oficina visa interagir com a comunidade interna da escola e externa em todo o bairro de Jacarepaguá, aprofundando-as em alguns pontos, em especial, comunicação comunitária vs. indústria cultural e grande mídia; Criando uma Tv e rádio comunitária, baseada na imagem e identidade do territorio. Comunicação horizontal via Internet, blogues e interação; arte, ação política e comunicação; jornalismo comunitário e a comunidade e a ação individual.

Experimentaremos as técnicas de produção de tv e rádio alternativos de internet e veicularemos os programas pela Tv Comunitária do Rio de janeiro- Canal 6 NET. Onde utilizaremos diferentes plataformas como celulares e web can. Criaremos este canal de comunicação em stream para os jovens da Escola Sesc com o propósito de que eles sejam os produtores e gestores. Dias e horários: domingos, das 14h às 18h

Ministrante: Reinaldo Sant’ana

É bacharel e licenciado em História pela FAHUPE- 1990, licenciado em Artes Cênicas – Direção Teatral – Universidade do Rio de Janeiro. Participou ativamente de iniciativas, movimentos e projetos artísticos, culturais e sociais. Atualmente é atuante no Programa América Latina em debate da TV Comunitário do Rio de Janeiro, e faz parte da Escola Latino Americana de Comunicação Popular.

Dias e horários: sábados, das 14h30 às 16h30

Local: sala 3º andar

Carga horária: 28 horas

Vagas: 40

Público alvo: iniciante e iniciado

Seleção: carta de intenção

Faixa etária: a partir de 13 anos

+ a turma será adequada considerando o interesse do aluno: Rádio ou TV.

 

 

 FICHA DE INSCRIÇÃO, CLIQUE AQUI

Anúncios

Um comentário em “UZINA

  1. Adorei todos as atividades. Como têm vagas limitadas me sinto constrangida de me inscrever, pois gostaria de aprender a cozinhar apenas para me alimentar melhor, não como profissão.Há algum processo de educação alimentar através de um curso de gastronomia?
    Grata
    Thamara

Os comentários estão encerrados.