Caixa de Ferramentas – Gastronomia

 Caixa de Ferramentas – Gastronomia

27 a 31 de agosto de 2012.

 

Caixa de Ferramentas é um projeto que tem como princípio criar um espaço de trabalho e capacitação de estudantes e profissionais que queiram se inteirar sobre habilidades específicas dentro dos campos de saber das artes e cultura.

A programação é composta de workshop, palestras e espetáculo teatral que contemplam as áreas de capacitação e fruição cultural.

As incrições são gratuitas e as vagas limitadas a 20 participantes que acompanharão toda a programação.

Programação:

De 27/08 a 31/08 – 10h às 13h – Workshop de Gastronomia com o Chef Fabiano Dias 

O objetivo do Workshop é desenvolver conhecimentos básicos sobre gastronomia através de aulas práticas e teóricas. O conteúdo abordado irá desde o conceito de Gastronomia e influências culturais, passando por Segurança na cozinha, Termos técnicos, Noções de higiene, congelamento, organização de estoque até Formas de cocção, Montagem de cardápio (usando a pirâmide alimentar) e Tipos de bebidas. A cada dia será executado um prato diferente baseado na cultura de cada região do País. Os pratos serão degustados pelos participantes.

Ministrante: Consultor gastronômico, graduado em Gastronomia e Culinária, já trabalhou em diversos restaurantes como Outback Steakhouse e Boemia. Também tem ampla experiência na área de doces, tendo trabalhado na Confeitaria DiNorma. Atualmente possui sua própria empresa, A Confeitaria Mágica.

Dia 27/08 – 14 às17h – Palestra Gastronomia de Rua com Sérgio Bloch e convidado

A comida de rua é um bem cultural, um patrimônio valorizado em diversas partes do mundo. Os crepes das calçadas de Paris, os acarajés de Salvador, os hot-dogs de Nova York ou o falafel de Jerusalém já são considerados mais que tradição. Estes quitutes, e tantos outros ao redor do mundo, têm o sabor da cultura local, e é isso o que querem encontrar os turistas que optam pela iguaria de um ambulante nas cidades que visitam. No Rio de Janeiro não é diferente. Uma legião de chefs produz bolinhos de bacalhau, pastéis, milhos, tapiocas, pães de queijo e tantas outras delícias da culinária brasileira. Os “gourmets populares” são agentes da cultura local e promovem o crescimento econômico, além de proporcionar alimentos bons e baratos para quem não tem tempo nem dinheiro para sentar em um estabelecimento comercial.

Ministrante: Sérgio Bloch é diretor, roteirista e produtor. Em 2010 finalizou o curta-metragem Na Boca do Povo, sobre “gastronomia popular carioca”, vencedor do 11º Concurso de Roteiros da Riofilme e foi a partir dele que surgiu a ideia para a produção do livro Guia Carioca de Gastronomia de Rua, em conjunto com Ines Garçoni e Marcos Pinto.

 

Dia 28/08 – 14 às17h – Palestra Intervenções artísticas e gastronômicas com o coletivo Opavivará!

O coletivo OPAVIVARÁ! propõe uma conversa entre arte e gastronomia. Partindo dos registros em foto e em vídeo, o grupo irá mostrar algumas experiências realizadas dentro desse universo semântico, que contempla vários sabores, de bolos de aniversário a chás xamânicos passando por experiências coletivas na cozinha.

A gastronomia é um ótimo elemento de integração social. Os processos de cozinha e degustação coletivos promovem intimidade e informalidade entre os participantes, gerando uma temporária desconstrução das estruturas hierárquicas sociais, tanto no meio específico da arte, como no contexto geral da sociedade.

Ministrante: OPAVIVARÁ! é um coletivo de arte do Rio de Janeiro cuja proposta é realizar experiências poéticas coletivas interativas. Durante as experiências o objetivo é deslocar todos os participantes de suas funções institucionais (artista, autor, crítico, espectador) transportando-os para o campo experimental das relações poéticas.

 

Dia 29/08 – 14 às17h – Palestra Mesa Brasil + Lançamento do livro Gastronomia Popular Comunitária

O Mesa Brasil SESC é uma rede nacional de bancos de alimentos contra a fome e o desperdício. Seu objetivo é contribuir para a promoção da cidadania e a melhoria da qualidade de vida de pessoas em situação de pobreza, em uma perspectiva de inclusão social. Trata-se essencialmente de um Programa de Segurança Alimentar e Nutricional, baseado em ações educativas e de distribuição de alimentos excedentes ou fora dos padrões de comercialização, mas que ainda podem ser consumidos.

Assim, o Mesa Brasil SESC busca onde sobra e entrega onde falta. De um lado, contribui para a diminuição do desperdício, e de outro reduz a condição de insegurança alimentar de crianças, jovens, adultos e idosos. Em ambos os polos desse percurso, as estratégias de mobilização e as ações educativas incentivam a solidariedade e o desenvolvimento comunitário.

Ministrante: Karime Ribeiro é nutricionista especializada em Gerenciamento de Projetos. Autora do livreto: Gastronomia sem desperdício (Banco Rio de Alimentos), participou na produção de materiais educativos como Alimentação Alternativa Saudável e Econômica (Sesc RJ), além da criação e gestão do Projeto Redes Gastronômicas.

 

Dia 30/08 – 14 às17h – Palestra Saber & Sabor: comida se tempera com cultura com Fabiano Dalla Bona

A ideia de que a comida seja um tema desprezível é um dos maiores preconceitos que o mundo clássico nos legou, e faz com que, ainda hoje, a sua abordagem no ambiente acadêmico seja tratada, muitas vezes, como pouco relevante ou desprovida de importância. A necessidade de que os prazeres da mente se sobrepusessem aos prazeres do corpo é um dos dogmas da cultura clássica.

A questão gastronômica é uma questão estética e filosófica: a cozinha relaciona-se com as belas-artes e com as práticas culturais das civilizações de todas as épocas. As cozinhas dos diversos períodos históricos representam-nos, tanto quanto as pinturas, as sonatas, as esculturas, as peças de teatro ou de arquitetura. E, se existem mestres e amadores, criadores de primeira classe e de segunda, inventores e seguidores, gênios e anões nas áreas da estética clássica, o mesmo se dá no terreno da cozinha.

Ministrante: Professor de Língua e Literatura Italiana na UFRJ. Pesquisa as relações entre a Literatura e a Gastronomia. Publicou em 2005 pela Italianova Literatura e Gastronomia: as delícias da Sicília que os livros eternizaram, e em 2010 pela Tinta Negra, O Céu na Boca e Fama à Mesa.

 Dia 31/08 – 14 às 17h – Palestra Machado de Assis: relíquias culinárias com Rosa Belluzzo

Machado de Assis: relíquias culinárias, a pesquisadora e cientista social Rosa Belluzzo cria um panorama gastronômico do Rio de Janeiro nos tempos machadianos. Rosa busca, a partir de textos do próprio Machado de Assis (1839-1908), de comentaristas e de historiadores, revisitar as influências e os sabores que experimentou o “Bruxo do Cosme Velho”, como é conhecido o célebre criador de O alienista. Particularmente nas crônicas, o escritor apresenta em suas obras os novos hábitos culinários propostos para o período.

Ministrante: Cientista Social e pesquisadora em História da Alimentação, teve vários livros publicados entre eles: Cozinha dos Imigrantes, Doces Sabores, Nem garfo nem faca, São Paulo: Memória e Sabor e Machado de Assis: Reliquias culinárias. Vencedora do Prêmio Jabuti 2011 na categoria Gastronomia, e do Prix de la Litterature Gastronomique.

 

Por motivos de saúde a palestrante Rosa Belluzzo não poderá mais participar do projeto. A palestra “Machado de Assis: relíquias culinárias” que seria realizada no dia 31/08 será substituída pela palestra:

“Gastronomia Luso-brasileira: Diferenças, semelhanças e experiências”.

Ministrante: Gabriel Petrone. Pós graduado em Ciências Gastronômicas pela Universidade Nova de Lisboa.

Dia 31/08 – 18h30 – Espetáculo Mangiare (Grupo Pedras/RJ)

É um espetáculo-jantar, um encontro festivo, onde o teatro é transformado em uma cantina e a comida é o prato principal. Estreou em 2007 e teve como mote dramatúrgico o ato de sentar-se à mesa e o grande prazer que a comida desperta através dos sabores, desejos e aromas. A comida está intimamente relacionada aos nossos instintos e emoções mais primitivas. Também é uma questão política, pois no mundo em que vivemos ainda se morre de fome, enquanto outros buscam o corpo ideal, se privando voluntariamente de comer para atender aos padrões que a sociedade nos vende. O espetáculo, alimentado por música ao vivo, é uma celebração à vida. Em ação temos três atrizes vivenciando histórias e segredos culinários, criando personagens deliciosos e experimentando em uma das cenas o jogo de máscaras balinesas. Para dirigir esta farra gastronômica foi convidada a diretora Fabianna de Mello e Sousa.

Para se inscrever!

Os interessados devem fazer o download da ficha de inscrição no link abaixo, preenchê-la e enviar para o seguinte e-mail: assessoriadeculturaesem@gmail.com até o dia 22/08.
A ficha de inscrição é única e válida para toda programação.

Para download da Ficha de Inscrição, clique aqui.

Maiores informações pelo telefone 3214-7404 ou pelo e-mail assessoriadeculturaesem@gmail.com

Anúncios
Esse post foi publicado em Caixa de Ferramentas e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.