UZINA – Laboratórios de Artes e Cultura (2º semestre)

UZINA

LABORATÓRIOS DE ARTE E CULTURA (II SEMESTRE)

 

A UZINA objetiva criar oportunidades de ampliação de repertórios de conhecimentos técnicos em arte e cultura para artistas iniciados e iniciantes.

O aluno pode inscrever-se em vários laboratórios a partir do seu interesse individual ou coletivo.

A estrutura pedagógica privilegia o intercâmbio interdisciplinar e promove atividades integradas.

Os módulos são trimestrais e as turmas são agrupadas por níveis de experiência e de faixa etária.

Período de matrícula e seleção: 08/08/2011 a 31/08/2011

Período de confirmação de matrículas: 05/09/2011 a 10/09/2011

Período de realização dos cursos: 12/09/2011 a 13/11/2011

Normas da Uzina

Estas normas visam orientar e estabelecer as responsabilidades e os direitos de todos que participam dos laboratórios oferecidos pela UZINA.

Os princípios que regem as normas são baseados na seriedade deste compromisso e na disciplina necessárias para que as metas dos laboratórios sejam atingidas. Assim posto, fica estabelecido que esta é uma atividade que exige dedicação, assiduidade e disponibilidade.

O não cumprimento das normas aqui descritas resultará no afastamento do participante.

1 – Sobre os laboratórios, a Assessoria de Cultura e os professores.

  • Os laboratórios são cursos gratuitos em linguagens artísticas e manifestações culturais que visam o desenvolvimento cultural local tanto na esfera individual – subjetividade –  quanto coletivo – na comunidade em que cada participante se insere.
  • A Assessoria de Cultura da Escola SESC de Ensino Médio é a responsável pela realização, produção, organização e administração das atividades de todos os laboratórios.
  • Os professores ministrantes dos laboratórios são profissionais altamente qualificados, experientes e renomados em suas áreas de atuação. Seus objetivos são contribuir e direcionar a formação dos alunos propondo, pedagogicamente, atividades intra e extraclasse.
  • Serão convocadas pela Assessoria de Cultura / Uzina reuniões periódicas com a presença de alunos e de professores, sendo a convocação por meios eletrônicos ou presenciais.
  • Todo e qualquer material escrito, intelectual e/ou obras artísticas resultantes dos laboratórios ou produzido neles será cedido para Uzina que em parceria com a Incubadora Cultural poderá desenvolver produtos culturais para distribuição gratuita à comunidade e a instituições.
  • Todos os laboratórios têm como objetivo o desenvolvimento de resultados integrados entre si, que serão apresentados à comunidade sempre que possível, e que houver o interesse da Assessoria de Cultura.

2 – Sobre seleção, cadastramento, matrícula e lista de espera.

  • As matrículas serão realizadas através de preenchimento da ficha de inscrição na secretaria da UZINA, situada no térreo do Teatro Escola SESC, dentro do período estipulado, ou pela internet através do encaminhamento da ficha de inscrição preenchida e da cópia digitalizada do documento de identidade do interessado para o email uzina.matricula@gmail.com.
  • A ficha de inscrição está disponível para download no blog da Assessoria de Cultura – www.teatroescolasesc.wordpress.com.
  • Serão aceitas inscrições em até quatro (04) laboratórios por pessoa.
  • Os interessados em cursar de dois (02) a quatro (04) laboratórios terão prioridade na inscrição.
  • Para inscrição em laboratórios “módulo II” ou destinados a público com conhecimento prévio específico é solicitada a entrega, junto ao material de inscrição, de carta de intenção e/ou currículo.
  • Terão prioridade na inscrição os Sócios do Clube de Espectadores.
  • A seleção dos participantes se dará através da ordem de inscrição até atingir o número de vagas ofertadas por cada laboratório. No caso de laboratórios que solicitem carta de intenção e/ou currículo a seleção se dará através da análise dos documentos encaminhados pelo solicitante por equipe formada por representantes da Assessoria de Cultura, sendo sua análise incontestável.
  • Não será feita reserva de vagas. A requisição da ficha de inscrição não implica na reserva da vaga.
  • A inscrição em qualquer laboratório implicará no cadastramento, quando for o caso, no Clube de Espectadores do Teatro Escola SESC.
  • No caso de preenchimento total das vagas ofertadas para um determinado laboratório, será formada uma lista de espera que obedecerá à ordem de procura e à análise das questões presentes nas fichas de inscrição.
  • A necessidade e pertinência da abertura de novas vagas ou formação de turmas serão julgadas pela equipe da Assessoria de Cultura.
  • No caso da impossibilidade de atender à procura de vagas, os requerentes terão preferência no processo de seleção do semestre posterior.

3 – Sobre horários, frequência e conduta dentro das instalações da Escola.

  • Ausências e atrasos deverão ser comunicados, com antecedência diretamente à Assessoria de Cultura.
  • São toleradas somente 25% de faltas por laboratório e estas devem ser comunicadas, por escrito, à Assessoria de Cultura.
  • Um representante da equipe da Assessoria de Cultura possuirá uma lista de chamada, na secretaria da UZINA, situada no térreo do Teatro Escola SESC. É DE RESPONSABILIDADE DO(A) ALUNO(A) INFORMAR SUA PRESENÇA, NO MÍNIMO, 10 MINUTOS ANTES DO COMEÇO DAS AULAS.
  • Após 15 minutos do início de uma aula, o aluno não poderá mais entrar em sala e será considerado ausente. O professor tem liberdade de proibir a entrada de alunos após o início das aulas, mesmo dentro do período de tolerância.
  • As faltas só serão abonadas mediante apresentação de atestado médico, falecimento na família, apresentação de declaração de cumprimento de obrigações previstas em lei ou em casos específicos que serão julgados por equipe pertinente da Assessoria de Cultura.
  • Será observado o uso abusivo de atestados e declarações no cômputo final de cada laboratório, realizado após a última aula do mesmo.
  • É obrigatório o uso do uniforme fornecido pela Uzina e da pulseira de identificação de visitante, que será entregue na portaria da Escola, durante toda a permanência no campus;
  • Não é permitido fumar em nenhum local do campus, inclusive no teatro e nos camarins;
  • Não é permitido o consumo de bebidas alcoólicas no campus;
  • Não é permitido circular de bermuda e/ou chinelo no campus;
  • Serão disponibilizados, para aquisição, tickets para almoço e jantar aos alunos do projeto ao custo de R$ 2,20. Não serão vendidos tickets para pessoas que não estejam inscritos nos laboratórios, mesmo sendo parentes ou responsáveis dos mesmos.
  • A disponibilização dos tickets para compra não é obrigação do projeto, sendo suas ofertas limitadas à quantidade determinada pela administração do espaço.
  •  O restaurante possui horários determinados para almoço e jantar, para acesso ao mesmo deverá ser adquirido ticket junto ao representante da Assessoria de Cultura:

> ALMOÇO: 2ª a 6ª feira, das 11h15min às 12h40 ou 13h45 às 14h.

sábado e domingo, das 12h às 14h.

> JANTAR: 18h às 20h.

  • Para trânsito de participantes dos laboratórios na Escola SESC de Ensino Médio devem ser observadas sempre as orientações gráficas e do representante da equipe da Assessoria de Cultura.

4 – Sobre permanência.

  • A conclusão do curso com aproveitamento garante ao participante o recebimento de certificação de participação no laboratório e permite a inscrição no módulo subsequente da linguagem referente, em semestres posteriores.
  • Em caso de abandono do curso ou excesso de faltas no período, o participante ficará impedido de participar da Uzina durante 01 (um) semestre.
  • Quaisquer outras questões referentes ao funcionamento e normas dos laboratórios serão ponderadas, julgadas e respondidas pela Assessoria de Cultura e seus representantes.

 

LABORATÓRIOS

ARTES CÊNICAS: TEATRO, DANÇA E CIRCO

 

1.1)             TEATRO E PERFORMANCE II

 Trabalha o processo criativo do ator-performer. Construir uma relação orgânica e excêntrica entre corpo, voz, pensamento, intuição, emoção, sensação criatividade e encenação.  Busca a interpretação performativa por meio da investigação de narrativas descontinuadas, da instauração de situações cênicas planejadas para seduzir e provocar sensações condensadas no espectador curioso.

 

Ministrante: Sidnei Cruz

 

É dramaturgo, encenador, gestor cultural, mestre em Bens Culturais e Projetos Sociais, criador e coordenador do projeto Palco Giratório (1998-2007).Suas mais recentes encenações são: Relicário (Performance- instalação cênica itinerante, no Castelinho do Flamengo,2010 e 2011), O Samba Carioca de Wilson Baptista ( teatro musical, no Teatro Café Pequeno, 2010 e Teatro Carlos Gomes, 2011) e Beco do Bandeira (Cabaré de casa e rua, estréia em agosto,2011). Atualmente é Assessor de Cultura da Escola SESC de Ensino Médio e integrante do Bando de Teatro Filhotes de Leão/RJ.

Dias e horários: terças e quintas, das 14h às 17h

Local: sala de dança

Carga horária: setembro – 18h / outubro- 24h/ novembro- 12h

Carga horária total:horas: 54

Vagas: 10

Público alvo: iniciado  

Seleção: currículo

Faixa etária: a partir de 18 anos

 

1.2)             TEATRO E TECNOLOGIA

Propõe os estudos teórico e prático do uso de tecnologia em cena no teatro contemporâneo. O curso terá como base estudos de casos, estudos teóricos sobre novas mídias e a transversalidade das artes, performance e criação de proposições cênicas a partir do uso de dispositivos tecnológicos presentes em nosso dia-a-dia. 

Ministrante: Juliana Siqueira Pamplona

 

É doutoranda em Artes Cênicas na UNIRIO (Universidade Federal do estado do Rio de Janeiro), autora teatral e editora do site Fórum Virtual de Literatura e Teatro. Atualmente desenvolve a tese “Transtornos na estrutura dramatúrgica em Sarah Kane”. É uma das editoras do projeto @dramaturgia – Antologia digital de escritas cênicas. Tem textos sobre teatro publicados no Fórum Virtual, no site do TEMPO Festival das Artes e na revista Questão de Crítica.

 

Dias e horários: sextas, das 14h às 18h

Local: sala de reunião

Carga horária: setembro- 12h / outubro-16h/ novembro- 12h

Carga horária total: 40

Vagas: 20

Público alvo: iniciado  

Seleção: carta de intenção

Faixa etária: a partir de 16 anos

 

 

1.3)             TEATRO MUSICAL

O curso pretende colocar o aluno em situações nas quais o canto, a interpretação e a movimentação se unem para, ludicamente, contar uma história no teatro musical. Para chegar neste objetivo os alunos terão exercícios de interpretação baseados no trabalho da atriz, professora e diretora Viola Spolin além de técnicas de respiração e voz, e de expressão corporal baseado no trabalho de Laban.

 

Ministrante: Reiner Tenente e Ana Bello

Reiner Tenente é ator cantor e sapateador formado em Artes Cênicas pela UNIRIO (bacharelado e licenciatura) e pós-graduando em “Preparação corporal nas artes cênicas” na Angel Vianna.

Anna Bello é atriz, cantora e flautista também, formada em artes cênicas pela UNIRIO (licenciatura) e ambos ministram o curso de teatro musical na UNIVERCIDADE.

 

 

Dias e horários: segundas e quartas, das 10h às 12h30

Local: palco ou sala de dança

Carga horária: setembro- 15h/ outubro-20h / novembro- 10h

Carga horária total: 45

Vagas: 25

Público alvo: iniciante e iniciado  

Seleção: currículo

Faixa etária: a partir de 16 anos.

 

 

 

1.4)             TEATRO PARA ADOLESCENTES

Fundamentos do teatro. Compreensão da utilização do corpo em cena e na cena. Jogos de interpretação. Análise e desenvolvimento da montagem cênica.

 

Ministrante: Tahíba Chaves e Viviane da Soledade

 

 

Tahíba Chaves é bacharel em Interpretação Teatral pela Universidade de Brasília e cursou especialização em Terapia através do Movimento. É Assessora Técnica de Programação e Produção Cultural na Assessoria de Cultura da Escola SESC de Ensino Médio.

 

Viviane da Soledade é bacharel em Teoria Teatral pela UNIRIO e cursa especialização em História da Arte e Cultura na Universidade Cândido Mendes. É Assessora Técnica de Programação e Produção Cultural na Assessoria de Cultura da Escola SESC de Ensino Médio.

 

 

Dias e horários: sextas, das 10h às 13h

Local: palco ou sala de dança

Carga horária: setembro-9h / outubro-12h / novembro-6h

Carga horária total: 27

Vagas: 15

Público alvo: iniciante.  

Seleção: carta de intenção.

Faixa etária: a partir de 11 anos.

 

 

 

1.5)             DRAMATURGIA II

O teatro brasileiro, as diferenças entre um texto de dramaturgia contemporânea e um texto de stand up comedy, o diálogo realista x o diálogo dramático, técnicas para escrever cenas, o criador e a sua obra no palco, prática de leitura para a montagem de textos, as diferenças entre textos para teatro, cinema e televisão, a observação do cotidiano e o seu aproveitamento dentro de um texto, análises em vídeo de clássicos da dramaturgia e proposta de montagem de cenas juntamente com alunos de outros laboratórios.

Ministrante: Camila Vaz

Camila Vaz é formada em Interpretação Teatral pela Escola Técnica Estadual de Teatro Martins Pena. Neste mesmo ano, deu início à pesquisa da linguagem do ator na dramaturgia, o que resultou no monólogo “O Desabafo de Grace Brown”, que dirige e escreve. Apresenta e roteiriza o programa “Blá Blá Blá do Amor” (Rádio Roquette Pinto – 94,1 FM).

Dias e horários: terças e quintas, das 11h às 13h

Local: sala de reunião

Carga horária: setembro-12h / outubro-16h / novembro-8h

Carga horária total: 36

Vagas: 20

Público alvo: iniciante e iniciado.  

Seleção: carta de intenção.

Faixa etária: a partir de 14 anos.

 

 

 

1.6)             CARACTERIZAÇÃO

 

Curso prático que pretende analisar os conceitos de caracterização; a caracterização da personagem, a maquiagem teatral e as técnicas ligadas a essa arte.

 

Ministrante: Rodrigo Reinoso

 

É ator, visagista e um dos integrantes do grupo Teatro de Maquinaria. Estudou na escola de teatro de Martins Pena e é Graduando do Curso de Artes Cênicas – Bacharel em Interpretação na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) . Monitora as disciplinas de caracterização da UNIRIO e trabalha como assistente de Mona Magalhães na área de caracterização.

 

Dias e horários: quintas, das 10h às 13h

Local: camarim (3º andar)

Carga horária: setembro-9h / outubro-12h / novembro-3h

Carga horária total: 24

Vagas: 16

Público alvo: iniciante

Seleção: carta de intenção

Faixa etária: a partir de 15 anos

 

 

1.7)             DANÇA CONTEMPORÂNEA

 

A dança contemporânea como linguagem do corpo contemporâneo traz uma abordagem integral e faz pontes com outros conhecimentos.

A oficina oferece jogos corporais, mecânicas e dinâmicas de movimento e pensamento, estimula a pesquisa e leva o aluno para outros mundos e novas realidades para a construção do seu próprio dançar.

Ministrante: Ana Andrea.

Bailarina, coreógrafa e professora de dança contemporânea. Dirige o núcleo Ana Andréa Arte Contemporânea há 10 anos e o Grupo de Estudos Transdisciplinares do Corpo há 2 anos.  É Arte Educadora desde 1994. Graduada em dança e ex-aluna de Artes Plásticas da UFRJ. Já ministrou cursos em mais de 30 cidades brasileiras, entre cias profissionais, escolas, universidades, institutos e Festivais. Palestrante em seminários e encontros de dança contemporânea.

Dias e horários: quartas e sextas, das 14h às 17 h

Local: sala de dança

Carga horária: setembro-24h / outubro-24h / novembro-9h

Carga horária total: 57 horas

Vagas: 15

Público alvo: iniciado  

Seleção: carta de intenção

Faixa etária: a partir de 15 anos

 

 

ARTES VISUAIS

 

1.9)             FOTOGRAFIA II

 

O curso aborda temas como objetivas, focalização, exposição, profundidade de campo, composição e cor. Trabalhos de distintos fotógrafos, como Diane Arbus, Henri Cartier-Bresson e David Lachapelle serão apresentados para que o aluno entre em contato com as mais diversas possibilidades que a fotografia oferece. Aulas práticas, assim como análises destas, constituirão parte fundamental do curso.

 

Ministrante: Rafael Santana

 

É bacharel e licenciado em Artes Plásticas (UERJ), especialista em Arte e Filosofia (PUC-RJ) e mestrando em Artes (UERJ). Desenvolve pesquisa na área de Fotografia, Vídeo, Gravura e História da Arte. É professor de Artes da Escola SESC de Ensino Médio desde maio de 2010.

 

Dias e horários: quintas, das 10h às 12h 

Local: sala de artes e tecnologia

Carga horária: setembro-6h / outubro-8h / novembro-4h

Carga horária total: 27 horas

Vagas: 8 vagas

Público alvo: iniciante e iniciado  

Seleção: carta de intenção

Faixa etária: a partir de 15 anos

 

 

1.10)          GRAFITTI II

 

Através do aprendizado de técnicas de desenho e grafitti, objetiva direcionar a criatividade e a vontade de se expressar dos jovens para a linguagem artística, despertando o gosto pela arte e conscientizando, também, sobre a importância da conservação de monumentos e espaços públicos da nossa cidade.

 

Ministrante: Airá O’Crespo

 

É MC e grafiteiro atuante em diferentes áreas, como Produção Cultural, Publicidade e Moda. Experiente no campo Audiovisual em clipes e filmes, além de reportagens e performances para canais nacionais e internacionais, especializando-se em Muralismo é atualmente o grafiteiro com pinturas em maiores dimensões na cidade. Experiente com Arte-Educação deu aula em instituições como o AfroReggael e participou da concepção de projetos para organizações como SESC, Red Bull, Instituto Invepar e Secretaria de Educação do Estado.

 

Dias e horários: sábados, das 15h às 18h

Local: 3º nndar ou área externa

Carga horária: setembro-6h / outubro-15h / novembro-6h

Carga horária total: 27 horas

Vagas: 15

Público alvo: iniciado  

Seleção: carta de intenção

Faixa etária: a partir de 15 anos

 

PRODUÇÃO CULTURAL

 

1.11)          GESTÃO PARA AUTONOMIA E PRODUÇÃO CULTURAL

 

Após 20 anos de experiência na área de gestão coletiva de grupos, esta oficina surgiu na perspectiva de prover artistas e grupos com instrumentos que possibilitem, a partir de suas referências, produzir e distribuir seus trabalhos numa perspectiva coletiva e solidária. É direcionada a grupos, artistas e estudantes que queiram pensar seus trabalhos numa perspectiva autônoma.

Ministrante: Flávia Berton

Há 20 trabalha em grupos autônomos não governamentais como Cooperativa Abayomi, Teatro de Anônimo e Cooperativa de Artistas Autônomos. É integrante do Teatro de Anônimo desde 1996. Coordena os projetos Anjos do Picadeiro,Encontro Internacional de Palhaços (décima edição) e Ponto de Cultura Teatro de Anônimo. Com esta oficina, já percorreu nove estados brasileiros. Cursou o MBA em Gestão Cultural da UCAM.

 

Dias e horários: terças, das 15h às 18h

Local: sala de reunião

Carga horária: setembro-9h / outubro-12h / novembro-6h

Carga horária total: 27 horas

Vagas: 15

Público alvo: iniciado e específico

Seleção: carta de intenção e currículo

Faixa etária: a partir de 18 anos

 

 

 

1.12)          PRODUÇÃO CULTURAL – PASSO A PASSO

 

O curso pretende abarcar os seguintes tópicos: Leis de Incentivo (Rouanet, ICMS e ISS) e Prestação de Contas; Captação de recursos; Formatação de projetos (conteúdo e orçamentos); Produção Executiva.

 

Ministrante: Angela Blazo

Graduada pela UNIRIO em Educação Artística atua como Diretora de Produtora desde 1994, participando de mais de 50 espetáculos e eventos, ao lado de Cias como Studio Stanislavski, Os Dezequilibrados e Ensaio Aberto. Atualmente trabalha com formatação e enquadramento de projetos nas Leis de Incentivo e Editais públicos, administração e prestação de contas de projetos patrocinados, além de ser Diretora de Produção do Espaço Cultual Sérgio Porto.

 

Dias e horários: sábados das 14h às 17h

Local: sala de reunião

Carga horária: setembro-6h / outubro-15h / novembro-6h

Carga horária total: 27 horas

Vagas: 10

Público alvo: iniciante

Seleção: ordem de inscrição

Faixa etária: a partir de 18 anos

 

MÚSICA

 

 

1.13)          CANTO

 

Estudo e desenvolvimento dos recursos da voz cantada, especialmente voltado para a realização de repertório de música popular. Desenvoltura corporal, técnica vocal, conhecimentos de teoria e percepção musical. Preparação de repertório. Encontros subdivididos em três momentos: estruturação musical, técnica vocal e prática musical.

 

Ministrante: Sérgio Sansão

Professor de Música da Escola SESC de Ensino Médio tem atuado também como cantor, regente, arranjador, diretor e produtor musical de diversos grupos, montagens, eventos, festivais e projetos artísticos.

Dias e horários: terças, das 14h às 16h

Local: palco ou sala de música

Carga horária: setembro-6h / outubro-8h / novembro-4h

Carga horária total: 18 horas

Vagas: 30 vagas

Público alvo: iniciante e iniciado

Seleção: carta de intenção

Faixa etária: a partir de 15 anos

 

 

 

1.14)          GAITA DIATÔNICA II

 

Mostrar de forma clara e simples como funciona a gaita diatônica, suas notas, técnicas usadas no instrumento, técnicas de respiração e exercícios.

 

Ministrante: Jefferson Gonçalves

Começou a carreira no início da década de 1990, seguindo por um caminho comum a muitos gaitistas – o blues. Fundou a banda Baseado em Blues e o trio acústico Blues Etc., gravou com artistas de diferentes gêneros e se consolidou como um dos mais completos nomes da gaita no país – inclusive representando o Brasil em encontros internacionais, como o da Sociedade para a Preservação e Avanço da Harmônica (SPAH), em 1998, em Detroit (EUA).

Dias e horários: quartas, das 14h às 17h

Local: 3º andar

Carga horária: setembro-12h / outubro-12h / novembro-6h

Carga horária total: 30 horas

Vagas: 4

Público alvo: iniciante e iniciado

Seleção: carta de intenção

Faixa etária: a partir de 15 anos

 

 

 

 

1.15)          MÚSICA ELETRONICA – COMPOSIÇÃO ELETRÔNICA

 

O Laboratório de som e música ocorre através de atividades de estímulo à criatividade (individual e coletiva), onde será trabalhada a área de linguagem musical. Neste processo serão abordadas questões como a sensibilização para o universo sonoro, a percepção histórica e estética da música, a formação do som e suas propriedades, além de construção da composição musical.

 

Ministrante: Ricardo Cotrim

Músico e compositor, um dos fundadores do Grupo Cultural Cordão do Boitatá. Desenvolve pesquisa de linguagem em música eletrônica com o trabalho do duo Bolimbolacho, onde se estabelece o diálogo entre a música tradicional brasileira com a música eletroacústica. Ministrou oficinas de música em projetos de grupos artísticos como Jongo da Serrinha, Grupo Pedras e Teatro de Anônimo.

Dias e horários: segundas das 14h às 18h

Local: sala de reunião

Carga horária: setembro-12h / outubro-20h / novembro-4h

Carga horária total: 36 horas

Vagas: 15

Público alvo: iniciante e iniciado

Seleção: carta de intenção

Faixa etária: a partir de 14 anos

 

 

 

 

1.16)          BATERIA II

 

Desenvolvimento dos conceitos e habilidades necessários ao processo de inclusão musical do aluno através do estudo da bateria, tornando-o apto a seguir com suas atividades musicais dentro e fora da escola e a usufruir de uma apreciação musical mais apurada.

Ministrante: Henrique Ludgero

Baterista e professor com mais de 20 anos de carreira, estudou com os bateristas Guilherme Gonçalves, João Cortez e Élcio Cáfaro. Possui bacharelado em Música pela Universidade Estácio de Sá e licenciatura pela Universidade Cândido Mendes. Participou de trabalhos musicais diversos, passando pelo Rock, MPB e Jazz.

Dias e horários: quintas e sextas, das 14h às 16h

Local: sala de música

Carga horária: setembro-12h / outubro-16h / novembro-8h

Carga horária total: 36 horas

Vagas: 3

Público alvo: iniciante e iniciado

Seleção: carta de intenção

Faixa etária: a partir de 15 anos

 

MANIFESTAÇÕES POPULARES

 

1.17)          DANÇAS POPULARES II

 

Visa despertar a atenção dos envolvidos para a riqueza cultural expressa pelo meio das danças: Jongo, Coco, Ciranda Pernambucana, Samba de roda do Recôncavo, Samba Chula e Maculelê.

Ministrante: Marcos Macul e Cecília Einsfeld

 

Marcus Macul é professor de Educação Física (UCB), especialista em Marketing e Administração Esportiva (FAMATH) e em Abordagem Transdisciplinar Holística pela UNIPAZ-RJ/FSJT, massoterapeuta, professor do Centro Cultural Senzala de Capoeira e coordenador do Núcleo de Cultura Popular para a Paz.

Cecília Einsfeld, professora de Música (Conservatório de Música do Rio de Janeiro), graduada em Produção Cultural (UFF), especialista em Abordagem Transdisciplinar Holística pela UNIPAZ-RJ/FSJT, professora do Centro Cultural Senzala de Capoeira, integrante do Núcleo de Cultura Popular para a Paz.

Dias e horários: domingo, das 11h às 13h

Local: sala de dança ou área externa

Carga horária: setembro-4h / outubro-10h / novembro-4h

Carga horária total: 18 horas

Vagas: 30

Público alvo: iniciante e iniciado

Seleção: carta de intenção

Faixa etária: a partir de 14 anos

 

 

 

1.18)          ACROBACIA AÉREA II

 

Laboratório de Circo em acrobacia aérea para os alunos do Ensino Médio da Escola SESC- RJ e público adulto interessado.  A partir de exercícios propostos nos aparelhos afins, trabalharemos a técnica de acrobacia aérea e a criatividade, contribuindo na formação de pessoas mais livres, conscientes de si próprio, reverberando nas relações com o entorno.

Ministrante: Maria Angélica Gomes e Regina Oliveira

Maria Angélica Gomes é atriz, palhaça, trapezista, brincante,  bailarina afro. Integra o grupo Teatro de Anônimo desde sua fundação. É formada pela Escola de Teatro Martins Pena e pela Escola Nacional de Circo, tendo se  especializado  em números aéreos.

Regina Oliveira é atriz, acrobata aérea e palhaça. Integra o Teatro de Anônimo desde sua fundação desde 1986. Formada pela Escola Nacional de Circo, no ano de 1994 tendo se especializado números aéreos.

Dias e horários: terças e quintas, das 17h30min às 19h30min

Local: palco ou pilotis

Carga horária: setembro-12h / outubro-16h / novembro-8h

Carga horária total: 36 horas

Vagas: 15

Público alvo: iniciante e iniciado

Seleção: carta de intenção

Faixa etária: a partir de 15 anos

 

 

1.19)          MERGULHO NO CIRCO II

 

É promover vivencias no universo do circo. Criar um espaço onde, além do desenvolvimento físico obtido pelos aparelhos circenses, a investigação possa contribuir para desdobramentos lúdicos, criativos e afetivos, e estabelecer uma ponte direta com o humor, nos jogos cênicos  e improvisações,   que busque  influenciar a expressão e  a comunicação dos participantes. 

Ministrante: Fábio Freitas, Deborah Motta e Alê Bernnardos

Fábio Freitas é palhaço e trapezista. Integra o elenco do Teatro de Anônimo desde 2007. Teve sua formação iniciada no curso profissionalizante de ator da CAC- Casa das Artes Cênicas em 1992, e no curso técnico da Escola Nacional de Circo – RJ. Dentre os importantes nomes que também influenciaram a sua formação destaca as supervisões técnicas e oficinas de: Avner Eisenberg, Sue Morrison, Leris Colombaione e Lume teatro.

Deborah Motta é formada como atriz para teatro, cinema e TV pela UniverCidade no ano de 1996, teve sua formação de ballet clássico com Eugênia Feodorova por sete anos e a formação como acrobata aérea pela  Escola Nacional de Circo  e  pelo Grupo Teatro de Anônimo. Atualmente Ministra treinos para profissionais e aulas de acrobacia aérea no seu próprio Atelier de Pesquisa sediado no Espaço 12 da Fundição Progresso Lapa RJ há seis anos.

Alexandra Bernnardos é nascida numa tradicional família de circo e completou sua formação com o curso de Artes Circenses da ENC (Escola Nacional de Circo), se especializando nos aparelhos aéreos.  Como trapezista atuou nos Circos Hatari, Garcia, Molina e Circo do México. Continuou sua investigação artística nas Técnicas Aéreas com Nana Alves, com o grupo Teatro de Anônimo, e com Raquel Karro e na acrobacia de solo com a Intrépida Trupe. Atuou como acrobata em diversas minisséries e novelas e ainda integrou elencos de comissões de frente em desfiles de escola de samba do grupo especial do Rio de Janeiro.

 

Dias e horários: domingos, das 14h às 18h

Local: palco, pilotis e terceiro andar

Carga horária: setembro-8h / outubro-20h / novembro-8h

Carga horária total: 36 horas

Vagas: 40

Público alvo: iniciante e iniciado

Seleção: carta de intenção

Faixa etária: a partir de 13 anos

 

 

 

1.20)          LABORATÓRIO DO ESCRITOR – TRÊS MODOS DE USO DA PALAVRA

 

O curso se propõe a ler três autores: Evandro Affonso Ferreira, Gonçalo M. Tavares e Nuno Ramos. E a partir das leituras dos trabalhos dos 3 autores, desenvolver uma série de exercícios de escrita que buscam, em um  primeiro momento, refazer os procedimentos de escrita dos autores lidos e estudados e, depois, em um  segundo momento, articular os modos de uso da palavra por cada um deles, respectivamente: palavras-sonoras, palavras-espaço, palavras-imagem.  

Ministrante: Júlia Studart

 

Faz doutorado em Teoria Literária [UFSC, CNPq / Univ. Nova de Lisboa, CAPES]. Publicou Wittgenstein & Will Eisner – se numa cidade suas formas de vida [Lumme Editor, SP, 2006], Marcoaurélio!, uma plaqueta com a artista visual Milena Travassos [Dragão do Mar, CE, 2006] e o livro Segredo e Infâmia [Editora da Casa, SC, 2007]. Organizou o livro Conversas, diferença n.1 – ensaios de literatura etc [Editora da Casa, SC, 2009]. Desenvolve pesquisa sobre o trabalho de Gonçalo M. Tavares e teoria da dança.

Dias e Horários: quintas, das 14h às 17h

Local: sala de reunião

Carga horária: setembro-9h / outubro-12h / novembro-6h

Carga horária total: 27 horas

Vagas: 15

Público alvo: iniciante e iniciado

Seleção: carta de intenção

Faixa etária: a partir de 16 anos

Abaixo seguem as fichas de inscrição:

ACROBACIA AÉREA II

BATERIA II

CANTO

CARACTERIZAÇÃO

DANÇA CONTEMPORÂNEA

DANÇAS POPULARES II

DRAMATURGIA II

FOTOGRAFIA II

GAITA DIATÔNICA II

GESTÃO PARA AUTONOMIA E PRODUÇÃO CULTURAL

GRAFITTI II

MERGULHO NO CIRCO II

PRODUÇÃO CULTURAL – PASSO A PASSO

SOM E MÚSICA – COMPOSIÇÃO ELETRÔNICA

TEATRO E PERFORMANCE II

TEATRO E TECNOLOGIA

TEATRO MUSICAL

TEATRO PARA ADOLESCENTES

TRÊS MODOS DE USO DA PALAVRA

EMAIL PARA ENVIO DAS FICHAS PREENCHIDAS:   uzina.matricula@gmail.com

Anúncios

2 comentários em “UZINA – Laboratórios de Artes e Cultura (2º semestre)

Os comentários estão encerrados.