Programação UZINA

Laboratórios:

Artes Cênicas – Dança, Teatro e Circo

Dança Contemporânea de Rua

O Laboratório de Dança Contemporânea: HIP HOP e Danças Urbanas desenvolverá estratégias e criará situações de aprendizagem onde o participante se sinta confortável e confiante nesta linguagem. Um olhar diferente sobre algo já conhecido, se falarmos de dançarinos. Uma experiência nova para quem não tem formação em dança. A rotina do Laboratório pode ser vivenciada por todos: aquecimento, equilíbrio, percepção do espaço, consciência corporal, técnicas de dança urbana, contemporânea e hip hop se misturam a exercícios de resistência, condicionamento, alongamento, exercícios coletivos e em dupla. Será trabalhado junto a tudo isso a elaboração de dinâmicas e coreografias, desenvolvendo a capacidade criativa de cada aluno.
Ministrante: Sonia Destri
Dirige a Companhia Urbana de Dança, formada por dez dançarinos urbanos e breakers e realiza um circuito de oficinas gratuitas pelo Brasil. Realiza um trabalho de pesquisa e reconhecimento das raízes culturais brasileiras, de diálogo com as tendências contemporâneas da dança urbana e resgate da auto-estima.

Dias e horários: segunda-feira e quarta-feira das 10h00min às 13h00min
Local: Palco do Teatro
Carga horária: abril: 24 horas/aula – maio: 27 horas/ aula – junho: 27 horas /aula – Total: 78 horas / aula
Quantidade de vagas: 25 vagas.
AULA ABERTA – DEMONSTRAÇÃO
Dia 20/03/2011 às 15 horas.

Palhaçaria

Criar através de exercícios uma prática que possa levar o ator/brincante/cômico/palhaço a uma gama de possibilidades para construção de números, cenas, gags, tendo o sentido do jogo, da brincadeira o sentido primordial trabalho do artista cênico.
Ministrante: João Artigos
Palhaço, um dos fundadores do Teatro de Anônimo, Supervisor de processos artísticos no Festival Tangolomango e do Projeto Por que a Gente é Assim? – Matizar Filmes, colaborador na curadoria do Festival de Circo do Brasil (Recife), Sesc FestiClown – DF, Integrante do Coletivo Latino Americano de Territórios de Comicidade, Coordenador do Encontro Internacional de Palhaços Anjos do Picadeiro. Direção do Artetude – DF e Família Clown – Friburgo. Atuação no filme “5 vezes Favela”.

Dias e horários: segunda-feira das 15h00min às 19h00min.
Local: Palco do Teatro
Carga horária: abril: 16 horas/aula – maio: 20 horas/ aula – junho: 16 horas /aula – Total: 52 horas / aula
Vagas: 16 vagas

Dramaturgia

Tem como objetivo o estudo da criação artística através da escrita para o teatro e cinema. O Laboratório desenvolverá três etapas da escrita dramatúrgica: a estrutura de um texto de teatro (a organização da idéia para o papel: personagens, cena e conflito dramático), a construção de um texto (a criação de uma trama, o desenvolvimento de um enredo, construção um texto curto para teatro e cinema) e a realização de um texto (levar uma cena do papel para o palco e a partir desse processo, analisar a estrutura e construção do texto).
Ministrante: Jô Bilac
Dramaturgo e escreveu, recentemente, as peças “Rebu” (indicada ao prêmio APCA de São Paulo, como melhor texto 2010), “Savana Glacial” (indicada ao prêmio Shell do Rio de janeiro, como melhor texto 2010) e “O Matador de santas” com Ângela Vieira e Tonico Pereira. Jô Bilac também é curador do teatro Maria Clara Machado, foi colaborador do site dramadiario.com e indicado pelo jornal o Globo com personalidade do teatro de 2010.

Dias e horários: terça-feira e quinta-feira das 11h00min às 13h00min
Local: Sala de Reunião no 4º andar
Carga horária: abril: 14 horas/aula – maio: 18 horas/ aula – Junho: 14 horas /aula – Total: 46 horas / aula
Vagas: 16 vagas


Teatro e Performance

Trabalha o processo criativo do ATOR-PERFORMER . Construir uma relação orgânica e excêntrica entre corpo, voz, pensamento, intuição, emoção, sensação, criatividade e encenação. Buscar a interpretação performativa por meio da investigação de narrativas descontinuadas, da instauração de situações cênicas planejadas para seduzir e provocar sensações condensadas no espectador curioso.
Ministrante: Sidnei Cruz
É dramaturgo,encenador, gestor cultural, mestre em bens culturais e projetos sociais, criador e coordenador do Projeto Palco Giratório (1998-2007).Suas mais recentes encenações são: Relicário (Performance- instalação cênica itinerante, no Castelinho do Flamengo,2010 e 2011), O Samba Carioca de Wilson Baptista ( teatro musical, no Teatro Café Pequeno,2010 e Teatro Carlos Gomes,2011) e Beco do Bandeira (Cabaré de casa e rua, estréia em agosto,2011). Atualmente é Assessor de Cultura da Escola SESC de Ensino Médio e integrante do Bando de Teatro Filhotes de Leão/RJ.
Dias e horários: terça-feira das 15h30min às 17h30min e quinta-feira das 14h00min às 17h00min
Local: Palco do Teatro /Sala de Dança
Carga horária: abril: 17 horas/aula – maio: 22 horas/ aula – junho: 170 horas /aula – Total: 56 horas / aula
Vagas: 10 vagas

Acrobacia Aérea

Alongamentos específicos, objetivando uma musculatura mais adequada para um trabalho corporal intenso; jogos lúdicos, que possibilitam uma interação com o coletivo e um aprendizado mais prazeroso; dinâmicas envolvendo ritmo, consciência do espaço, sincronia, memória e improvisação nos aparelhos; discutir sobre os procedimentos básicos para a construção de um número, desde o argumento passando pelas etapas de construção até as formas de executá-la.
Ministrantes:
Maria Angélica Gomes
É atriz, palhaça, trapezista, brincante, bailarina afro. Integra o grupo Teatro de Anônimo desde sua fundação. É formada pela Escola de Teatro Martins Pena e pela Escola Nacional de Circo, tendo se especializado em números aéreos.
Regina Oliveira
É atriz, acrobata aérea e palhaça. Integra o Teatro de Anônimo desde sua fundação desde 1986. Formada pela Escola Nacional de Circo, no ano de 1994 tendo se especializado números aéreos.
Dias e horários: terça-feira e quinta-feira das 17h30min às 19h30min.
Local: Pilotis
Carga horária: abril: 14 horas/aula – maio: 18 horas/ aula – junho: 16 horas /aula – Total: 48 horas / aula
Vagas: 12 vagas


Teatro Brasileiro

O curso abordará as trajetórias e propostas dos principais grupos de teatro brasileiros a partir do advento da cena moderna no país, cobrindo um período que se estende da década de 40 até a primeira do século XXI.
Ministrante: Daniel Schenker
É bacharel em Comunicação Social pela Faculdade da Cidade (atual UniverCidade). Mestre e atualmente doutorando em artes cênicas pelo Programa de Pós Graduação (PPGT) da UniRio. É colaborador nos periódicos O Globo (na área de teatro), Jornal do Brasil (teatro e cinema) e Jornal do Commercio (teatro e cinema) e das revistas Isto É/Gente (crítica de teatro), Revista de Teatro da Sbat (reportagem de teatro), Revista de Cinema e Preview (em ambas, reportagem de cinema). É professor de Teoria do Teatro da Casa das Artes de Laranjeiras (CAL) desde 1999 e da UniverCidade desde o primeiro semestre de 2010.
Dias e horários: quarta-feira das 16h00min às 18h00min.
Local: Sala de Reunião do 4º andar
Carga horária: abril: 08 horas/aula – maio: 10 horas/ aula – junho: 08 horas /aula – Total: 26 horas / aula
Vagas: 15 vagas

Mergulho no Circo

Promover vivências no universo do circo em Acrobacia – solo, aérea, pernas de pau, malabares e Palhaçaria. Criar um espaço onde, além do desenvolvimento físico obtido pelos aparelhos circenses, a investigação possa contribuir para desdobramentos lúdicos, criativos e afetivos, e estabelecer uma ponte direta com o humor, nos jogos cênicos e improvisações, que busque influenciar a expressão e a comunicação dos participantes.
Ministrantes:
Fábio Freitas é palhaço e trapezista. Integra o elenco do Teatro de Anônimo desde 2007. Teve sua formação iniciada no curso profissionalizante de ator da CAC- Casa das Artes Cênicas em 1992, e no curso técnico da Escola Nacional de Circo – RJ. Dentre os importantes nomes que também influenciaram a sua formação destaca as supervisões técnicas e oficinas de: Avner Eisenberg, Sue Morrison, Leris Colombaione e Lume teatro.
Deborah Motta é formada como atriz para teatro, cinema e TV pela UniverCidade no ano de 1996, teve sua formação de ballet clássico com Eugênia Feodorova por sete anos e a formação como acrobata aérea pela Escola Nacional de Circo e pelo Grupo Teatro de Anônimo. Atualmente Ministra treinos para profissionais e aulas de acrobacia aérea no seu próprio Atelier de Pesquisa sediado no Espaço 12 da Fundição Progresso Lapa RJ há seis anos.
Alexandra Bernnardos é nascida numa tradicional família de circo e completou sua formação com o curso de Artes Circenses da ENC (Escola Nacional de Circo), se especializando nos aparelhos aéreos. Como trapezista atuou nos Circos Hatari, Garcia, Molina e Circo do México. Continuou sua investigação artística nas Técnicas Aéreas com Nana Alves, com o grupo Teatro de Anônimo, e com Raquel Karro e na acrobacia de solo com a ntrépida Trupe. Atuou como acrobata em diversas minisséries e novelas e ainda integrou elencos de comissões de frente em desfiles de escola de samba do grupo especial do Rio de Janeiro.
Dias e horários: domingo das 14h00min às 18h00min
Local: Pilotis / Palco do Teatro / Sala de Dança
Carga horária: abril: 16 horas/aula – maio: 16 horas/ aula – junho: 16 horas /aula – Total: 48 horas / aula
Vagas: 40 vagas

Manifestações culturais

Capoeira

Buscar, através do contato com nossa arte popular, um desenvolvimento integral dos participantes (dimensões do corpo, mente, emoções), onde estes, além de praticarem uma atividade lúdica e prazerosa, possam resgatar as suas raízes e reafirmar a sua brasilidade. Necessita de uniforme especifico.
Ministrantes:
Marcus Macul
É professor de Educação Física (UCB), especialista em Marketing e Administração Esportiva (FAMATH) e em Abordagem Transdisciplinar Holística pela UNIPAZ-RJ/FSJT, massoterapeuta, professor do Centro Cultural Senzala de Capoeira e coordenador do Núcleo de Cultura Popular para a Paz.
Barbara Tinoco Garotti (Pantera)
É graduada em Produção Cultural (UFF), especialista em Abordagem Transdisciplinar Holística da UNIPAZ-RJ/FSJT, professora do Centro Cultural Senzala de Capoeira, integrante do Núcleo de Cultura Popular para a Paz.
Cecília Einsfeld
É professora de Música (Conservatório de Música do Rio de Janeiro), graduada em Produção Cultural (UFF), especialista em Abordagem Transdisciplinar Holística pela UNIPAZ-RJ/FSJT, professora do Centro Cultural Senzala de Capoeira, integrante do Núcleo de Cultura Popular para a Paz.
Dias e horários: sábado das 16h30min às 18h30min.
Local: Praça glória
Carga horária: abril: 08 horas/aula – maio: 08 horas/ aula – junho: 08 horas /aula – Total: 24 horas / aula
Vagas: 30 vagas
AULA ABERTA – DEMONSTRAÇÃO
Dia 19/03/2011 às 15 horas.


Danças Populares

Visa despertar a atenção dos envolvidos para a nossa riqueza cultural expressada pelo meio de danças: Jongo, Coco, Ciranda Pernambucana, Samba de roda do Recôncavo, Samba Chula e Maculelê. Necessita de uniforme específico.
Ministrantes
Marcus Macul
É professor de Educação Física (UCB), especialista em Marketing e Administração Esportiva (FAMATH) e em Abordagem Transdisciplinar Holística pela UNIPAZ-RJ/FSJT, massoterapeuta, professor do Centro Cultural Senzala de Capoeira e coordenador do Núcleo de Cultura Popular para a Paz.
Barbara Tinoco Garotti (Pantera)
É graduação em Produção Cultural (UFF), especialista em Abordagem Transdisciplinar Holística da UNIPAZ-RJ/FSJT, professora do Centro Cultural Senzala de Capoeira, integrante do Núcleo de Cultura Popular para a Paz.
Cecília Einsfeld
É professora de Música (Conservatório de Música do Rio de Janeiro), graduada em Produção Cultural (UFF), especialista em Abordagem Transdisciplinar Holística pela UNIPAZ-RJ/FSJT, professora do Centro Cultural Senzala de Capoeira, integrante do Núcleo de Cultura Popular para a Paz.
Dias e horários: domingo das 14h00min às 16h00min.
Local: Sala de dança
Carga horária: abril: 08 horas/aula – maio: 08 horas/ aula – junho: 08 horas /aula – Total: 24 horas / aula
Vagas: 30 vagas


Música


Canto e Musicalização

Estudo e desenvolvimento dos recursos da voz cantada, especialmente voltado para a realização de repertório de música popular. Desenvoltura corporal, técnica vocal, conhecimentos de teoria e percepção musical. Preparação de repertório. Encontros subdivididos em três momentos: estruturação musical, técnica vocal e prática musical.
Ministrante: Sérgio Sansão
É Professor de música da Escola SESC de Ensino Médio tem atuado também como cantor, regente, arranjador, diretor e produtor musical de diversos grupos, montagens, eventos, festivais e projetos artísticos.
Dia e horário: terça-feira das 14h00min às 15h30min.
Local: Palco do Teatro
Carga horária: abril: 08 horas/aula – maio: 10 horas/aula – junho: 08 horas/aula – Total: 26 horas /aula
Vagas: 30 vagas

Prática Instrumental e Teoria Musical: VIOLÃO

Através do estudo dos aspectos relativos à prática instrumental em diversos gêneros musicais, os laboratórios promoverão a compreensão da música como linguagem e expressão, desenvolvendo assim a criatividade e criticidade na produção e apreciação musical.
Ministrante: Juan Pablo
É violonista e guitarrista, com Bacharelado em Guitarra, aluno de Nelson Faria e Licenciatura em Música, ambos cursados na Universidade Estácio de Sá (RJ). Integrou diversas formações de Música Instrumental Brasileira e Jazz. Possui mais de 20 anos de experiência no ensino de violão e guitarra.
Dias e horários: Turma A – segunda-feira das 14h00min às 16h30min / Turma B – terça-feira das14h00min às 16h30min
Local: Sala de Música / Escola SESC de Ensino Médio
Carga horária: abril: 08 horas/aula – maio: 10 horas/ aula – junho: 08 horas /aula – Total: 26 horas / aula
Vagas: 04 vagas por turma


Prática Instrumental: GUITARRA

Através do estudo dos aspectos relativos à prática instrumental em diversos gêneros musicais, os laboratórios promoverão a compreensão da música como linguagem e como expressão, desenvolvendo assim a criatividade e criticidade na produção e apreciação musical.
Ministrante: Juan Pablo
É violonista e guitarrista, com Bacharelado em Guitarra, aluno de Nelson Faria e Licenciatura em Música, ambos cursados na Universidade Estácio de Sá (RJ). Integrou diversas formações de Música Instrumental Brasileira e Jazz. Possui mais de 20 anos de experiência no ensino de violão e guitarra.
Dia e horário: quinta-feira das 14h00min às 15h30min
Local: Sala de Música / Escola SESC de Ensino Médio
Carga horária: abril: 06 horas/aula – maio: 10 horas/ aula – junho: 08 horas/aula – Total: 24 horas/aula
Vagas: 04 vagas


Prática Instrumental: GAITA

Mostrar de forma clara e simples como funciona a gaita diatônica, a diferença em relação à gaita cromática, suas notas, técnicas usadas no instrumento, técnicas de respiração e exercícios.
Ministrante: Jefferson Gonçalves
Começou a carreira no início da década de 1990, seguindo por um caminho comum a muitos gaitistas – o blues. Fundou a banda Baseado em Blues e o trio acústico Blues Etc., gravou com artistas de diferentes gêneros e se consolidou como um dos mais completos nomes da gaita no País – inclusive representando o Brasil em encontros internacionais, como o da Sociedade para a Preservação e Avanço da Harmônica (SPAH), em 1998, em Detroit (EUA).
Local: Sala 3º andar
Dias e horário: quarta-feira 14h00min às 16h00min
Vagas: 05 vagas
Carga horária: abril: 08 horas/aula – maio: 10 horas/ aula – junho: 08 horas /aula – Total: 26 horas / aula

Prática Instrumental: BATERIA

Desenvolvimento dos conceitos e habilidades necessários ao processo de inclusão musical do aluno através do estudo da BATERIA, tornando-o apto a seguir com suas atividades musicais dentro e fora da escola e a usufruir de uma apreciação musical mais apurada
Ministrante: Henrique Ludgero
É baterista e professor com mais de 20 anos de carreira, estudou com os bateristas Guilherme Gonçalves, João Cortez e Élcio Cáfaro. Possui bacharelado em Música pela Universidade Estácio de Sá e licenciatura pela Universidade Cândido Mendes. Participou de trabalhos musicais diversos, passando pelo Rock, MPB e Jazz.
Dias e horários: Turma A – quinta-feira das 14h00min às 15h30min / Turma B – sexta-feira das 14h00min às 15h30min
Local: Sala de Música / Escola SESC de Ensino Médio
Vagas: 02 vagas por turma
Carga horária: abril: 06 horas/aula – maio: 10 horas/ aula – junho: 08 horas /aula – Total: 24 horas/aula


Artes Visuais

Fotografia

O curso abordará temas como objetivas, focalização, exposição, profundidade de campo, composição e cor. Trabalhos de distintos fotógrafos, como Diane Arbus, Henri Cartier-Bresson e David Lachapelle serão apresentados para que o aluno entre em contato com as mais diversas possibilidades que a fotografia oferece. Aulas práticas, assim como análises destas, constituirão parte fundamental do curso.
Ministrante: Rafael Santana
É bacharel e licenciado em Artes Plásticas (UERJ), especialista em Arte e Filosofia (PUC-RJ) e mestrando em Artes (UERJ). Desenvolve pesquisa na área de Fotografia, Vídeo, Gravura e História da Arte. É professor de Artes da Escola SESC de Ensino Médio desde maio de 2010.
Dia e horário: terça-feira e quinta-feira das 10h00min às 12h00min
Vagas: 06 vagas
Carga horária: abril: 06 horas/aula – maio: 10 horas/aula – junho: 08 horas/aula – Total: 24 horas/aula


Graffiti

Através do aprendizado de técnicas de desenho e de graffiti, objetiva direcionar a criatividade e a vontade de se expressar dos jovens para a linguagem artística, despertando o gosto pela arte e conscientizando, também, sobre a importância da conservação dos monumentos e espaços públicos de nossa cidade.
Ministrante: Airá O’Crespo
É Mc e grafiteiro atuante em diferentes áreas, como Produção Cultural, Publicidade e Moda. Experiente no campo Audiovisual em clipes e filmes, além de reportagens e performances para canais nacionais e internacionais, especializando-se em Muralismo é atualmente o grafiteiro com pinturas em maiores dimensões na cidade. Experiente com Arte-Educação deu aula em instituições como o AfroReggael e participou da concepção de projetos para organizações como SESC, Red Bull, Instituto Invepar e Secretaria de Educação do Estado.

Dia e horário: sábado da 14h00min às 18h00min
Local: Sala 3º andar / Área Externa
Carga horária: abril: 16 horas/aula – maio: 16 horas/aula – junho: 16 horas/aula – Total: 48
horas/aula
Vagas: 15 vagas

Anúncios
Esse post foi publicado em UZINA e marcado , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Programação UZINA

  1. Gabriela Luz disse:

    >fiquei triste com o novo horário da oficina de palhaçaria. Em parte dele, nós alunos estaremos em aula :/

Os comentários estão encerrados.