Exposição ESPECTADOR EM TRÂNSITO

VÍDEOINSTALAÇÕES do Projeto ArteSESC
De 12/05/2010 a 06/06/2010
Visitação: de segunda a sexta-feira, das 11h às 17h


Esta exposição reúne quatro artistas contemporâneos que utilizam materiais variáveis dentro dos novos meios de produção imagética, a fotografia, o cinema, o vídeo, as interfaces interativas, entre outros, submetendo-os a suas necessidades experimentais e conceituais, que tem sido denominado mais recentemente de artemídia, ou arte tecnológica.
São 06 Vídeoinstalações, conforme segue:

Entre-Margens, André Parente,
Sinopse: A instalação busca representar, por meio de paisagens visuais e sonoras, a condição intermediária, virtual e metafísica, expressa no conto A Terceira Margem do Rio, de João Guimarães Rosa. Nesta instalação o espectador permanece entre duas telas: de um lado o rio muda, sem cessar, a paisagem, no outro, a terra permanece, enquanto ouvimos uma voz sussurrar o conto. No final, as telas se tocam, por meio de uma panorâmica infinita, que transforma o rio em terra e a terra em rio. O conceito central do trabalho é de que o tempo passa e não-passa, percola, como no fluxo turbilhonante de correntes e contracorrentes de um rio.

Estereoscopia, André Parente, 2005
Sinopse: Instalação interativa baseada em duas imagens de um casal que se olha, em campo/contra-campo. Um zoom infinito que envolve a imagem de duas pessoas fotografadas em campo-contra/campo (dispositivo principal da representação audiovisual) reproduzindo, conceitualmente, a situação de uma imagem fractal (a parte contém o todo).

Passei-o, Leandro Lima e Gisela Motta, 2005
Sinopse: A vídeo instalação apresenta uma paisagem onde se vê um trilho de trem. Pouco acontece até o momento em que começamos a ouvir os ruídos característicos da aproximação da locomotiva. Os apitos vão se intensificando até passar, o que se espera ser, o trem, porém, nesse momento uma sucessão de imagens atravessam a tela e como a locomotiva seguem adiante. Após essa enxurrada de cenas, tudo volta a mesma calmaria de antes, até que o próximo ruído de trem comece novamente a ser aproximar.
Propomos com esse trabalho 2 momentos disitintos, no primeiro o observador apenas aguarda a potencial passagem do trem, espera por um eventual “acontecimento”. No segundo momento, quando o trem passa, ele é tão rápido e surpreendente que quase não se apreende o que acabou de ocorrer, quase como uma analogia a vida.

O Beijo, Leandro Lima & Gisela Motta, 2004
Vídeo instalação de 2 canais. Em cada imagem projetada há uma pessoa encostada na parede, uma olha em direção à outra, sem que consigam se ver.
De cada indivíduo brota um líquido que corre horizontalmente, estes se encontram no centro da instalação onde as projeções se tocam. Os trabalhos são projetados sobre duas parede em uma quina de 90º graus, de modo que o espectador não pode ter uma visão frontal dos dois vídeos ao mesmo tempo, deve caminhar ao redor das projeções para ve-las.

Entre, Luciano Mariussi, 2003/2004
Sinopse: Este trabalho consiste em quatro vídeo-projeções (existe uma versão com duas) de pessoas em tamanho natural, instaladas diretamente sobre as paredes de uma sala. Estas figuras projetadas, utilizando uma linguagem agressiva e preconceituosa, expulsam da sala os visitantes da exposição. Essas personagens, estereótipos de visitantes de galeria de arte e museus, foram desenvolvidas por atores e seu texto foi improvisado a partir de uma intenção formulada previamente.

Anúncios